Seleção brasileira de Judô disputa em Paris, neste final de semana, primeiro Grand Slam do ano olímpico; saiba mais

Publicidade

A seleção brasileira de Judô terá seu primeiro grande desafio na temporada olímpica neste final de semana, no forte Grand Slam de Paris, disputado na capital francesa, nos dias 8 e 9 de fevereiro. Tradicional no Circuito Mundial da Federação Internacional de Judô, o torneio distribui até mil pontos (campeão) no ranking, números importantes na corrida por uma vaga olímpica, já que o campeonato é o terceiro que mais distribui pontos só atrás do World Masters, que reserva 1800 pontos, e do Campeonato Mundial, que dá 2000 pontos no ranking.

Para o primeiro Grand Slam do ano olímpico, o Brasil terá 16 atletas, sendo nove homens e sete mulheres, entre novatos e experientes, como os medalhistas olímpicos Sarah Menezes (52kg), Leandro Guilheiro (81kg) e Rafael Silva Baby (+100kg). Larissa Pimenta (52kg), Jessica Pereira (57kg), Samara Contarini (63kg), Mariana Silva (63kg), Beatriz Souza (+78kg) e Maria Suelen Altheman (+78kg) completam o time feminino. Entre os homens, o Brasil terá ainda Allan Kuwabara (60kg), Phelipe Pelim (60kg), Willian Lima (66kg), Marcelo Contini (73kg), Michael Marcelino (73kg), Guilherme Schimidt (81kg) e o casca-grossa David Moura (+100kg).

Ao todo, a delegação contará com cinco estreantes: Samara, Willian, Marcelino e Schimidt, todos da equipe de transição, além de Kuwabara, que deixou ótima impressão com o ouro no Grand Slam de Brasília.

“É a minha estreia no Grand Slam de Paris. Acho que é uma das competições de nível bem alto e isso também dá um parâmetro para quem está na corrida por uma vaga olímpica. É um torneio que pode fazer diferença na disputa e chego muito bem preparado. Foquei meus treinamentos para esta competição tão importante e espero ter um bom resultado. Viemos para a França terminar a preparação e manutenção de peso e vejo que estamos preparados para o Grand Slam de Paris. É uma competição-alvo onde todos nós vamos atrás de bons resultados”, afirmou o judoca do Clube Paineiras do Morumby.

Brasil no topo do pódio e grandes judocas no tatame

Um dos grandes títulos almejados pelos judocas, o Grand Slam de Paris reúne os melhores atletas da modalidade. Nesta edição, nomes como Teddy Riner (+100kg/FRA), Ryuju Nagayama (60kg/JPN), Daria Bilodid (48kg/UKR), Majlinda Kelmendi (52kg/KOS) e Clarisse Agbegnenou (63kg/FRA), por exemplo, estarão presentes no torneio, além do grande público e a atmosfera que é marca registrada dos franceses.

No histórico da competição, o hino do Brasil tocou quatro vezes no Palácio de Bercy. Edinanci Silva foi a primeira brasileira a conquistar o ouro de Paris, em 2000. Seis anos depois, João Derly brilhou. Leandro Guilheiro repetiu o feito em 2010, e Mayra Aguiar fez uma dobradinha de títulos em 2012 e 2016.

Confira abaixo a lista dos atletas que estarão no Grand Slam de Paris 2020:

– MASCULINO

Phelipe Pelim (60kg/EC Pinheiros/FPJudo)
Allan Kuwabara (60kg/Clube Paineiras do Morumby/FPJudo)
Willian Lima (66kg/EC Pinheiros/FPJudo)
Marcelo Contini (73kg/EC Pinheiros/FPJudo)
Michael Marcelino (73kg/SESI-SP/FPJudo)
Guilherme Schimidt (81kg/Minas Tênis Clube/FMJ)
Leandro Guilheiro (81kg/EC Pinheiros/FPJudo)
David Moura (+100kg/Instituto Reação/FJERJ)
Rafael Silva (+100kg/EC Pinheiros/FPJudo)

– FEMININO

Sarah Menezes (52kg/CR Flamengo/FJERJ)
Larissa Pimenta (52kg/EC Pinheiros/FPJudo)
Jessica Pereira (57kg/Instituto Reação/FJERJ)
Samara Oliveira (63kg/EC Pinheiros/FPJudo)
Mariana Silva (63kg/Minas Tênis Clube/FMJ)
Beatriz Souza (+78kg/EC Pinheiros/FPJudo)
Maria Suelen Altheman (+78kg/EC Pinheiros/FPJudo)

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img