Karol Rosa lamenta troca de adversária, mas mantém confiança em busca da terceira vitória seguida no UFC: ‘Plano é nocautear ou finalizar’

Publicidade

* Embalada por duas vitórias seguidas no Ultimate, Karol Rosa volta a entrar em ação no próximo sábado (6), no UFC Vegas 18, em Las Vegas, nos Estados Unidos. Inicialmente, a brasileira enfrentaria Nicco Montaño, 15ª colocada no ranking peso-galo feminino, no entanto, a lutadora precisou sair do card e foi substituída pela panamenha Joselyne Edwards, que estreou com triunfo na organização, em janeiro, ao superar Wu Yanan.

A mudança de oponente de última hora não alterou os planos de Karol. Sem lutar desde julho do ano passado, quando derrotou a compatriota Vanessa Melo por decisão unânime dos jurados, a lutadora da PRVT Girls se mantém focada e sabe que a terceira vitória consecutiva no Ultimate pode deixá-la próxima ou até mesmo levá-la ao Top 15 da divisão peso galo. Em entrevista à TATAME, a capixaba reiterou que se preparou para enfrentar Montaño durante grande parte do seu camp, mas a saída de Nicco do combate e a entrada de Edwards não afeta sua confiança para sair com um importante triunfo no próximo sábado.

“Eu vinha treinando há muito tempo para lutar contra a Nicco Montaño, foram quatro meses, me dediquei muito, então é uma pena. Mas, apesar da saída dela e de agora eu ter outra oponente, sigo muito confiante. A mudança de adversária não alterou meus treinos e nem mesmo o meu planejamento, que é sempre o mesmo, nocautear ou finalizar”, destacou a atleta de 26 anos, dona de 13 vitórias e três derrotas no MMA.

Veja a entrevista completa com Karol Rosa:

– Preparação para o combate no UFC Vegas 18

Eu estava com a Jessica (Delboni, sua namorada e também atleta de MMA) em Las Vegas, mas em novembro voltamos para o Brasil. Durante algum tempo, treinamos com a galera da PRVT Girls. Em janeiro, por conta da Covid-19, optamos por treinar no octógono, que é separado do tatame e da galera, justamente por causa do vírus. Selecionamos algumas meninas da equipe para nos ajudar no camp, entre elas a Bate-Estaca. Foi a única coisa de diferente que fizemos em relação às preparações anteriores e me vejo pronta.

– Saída de Nicco Montaño e nova adversária

Eu vinha treinando há muito tempo para lutar contra a Nicco Montaño, foram quatro meses, onde me dediquei muito, então é uma pena. Mas, apesar da saída dela e de agora eu ter outra oponente, sigo muito confiante. A mudança de adversária não alterou meus treinos e nem mesmo o meu planejamento, que é sempre o mesmo, nocautear ou finalizar. Assisti algumas lutas dela, vi que é uma atleta da trocação, mas eu sou versátil. Se estiver ruim em alguma área, vou para outra, me sinto confortável em pé e no chão.

– Expectativa de chegar ao Top 15 da categoria 

Vamos ver, né? Quem sabe, com essa vitória no sábado, eu entre no ranking. Uma certeza que eu e meu mestre temos é que vou ser campeã da categoria (risos), mas não temos pressa. Quem eles colocarem para eu enfrentar, está bom, mas vou ficar muito feliz se entrar no ranking em caso de uma vitória contra a Joselyne. A meta é chegar ao Top 10 ou ao Top 5 até o final do ano e vou seguir em busca desse objetivo.

– Evolução grande após chegada à PRVT Girls

Cada vez mais, eu busco evoluir meu Muay Thai e meu Jiu-Jitsu. Nas minhas primeiras lutas na equipe PRVT Girls, eu procurava jogar mais para o chão, me garantir no jogo de solo. Eu até tinha um Muay Thai bom, mas não era tão agressiva, não colocava meus golpes tão fortes. Lá consegui melhorar isso, ficar mais forte e aperfeiçoar muito meu jogo. As meninas da equipe foram fundamentais nisso, junto com os mestres.

– Importância da convivência com Bate-Estaca

A gente sempre treina junto. A Jéssica é uma pessoa incrível, está sempre me ajudando, me dando conselhos importantes, não só para mim, mas para todas as atletas da equipe. Sempre damos o máximo quando treinamos juntas é muito bom. Ela motiva, não só a mim, mas como toda equipe. É uma verdadeira campeã.

– Objetivos para 2021 e sonho do cinturão 

Meu objetivo é fazer três lutas em 2021. É muito bom já iniciar o ano já podendo lutar, porque temos tempo para planejar o restante. O plano é fazer essas três lutas, ganhar todas e conseguir, se Deus quiser, chegar ao Top 10 ou Top 5 da minha categoria. Futuramente, vamos ver, quem sabe a gente consegue disputar o título.

CARD COMPLETO:

UFC Vegas 18
UFC Apex, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 6 de fevereiro de 2021

Card principal (22h, horário de Brasília)
Peso-pesado: Alistair Overeem x Alexander Volkov
Peso-galo: Cory Sandhagen x Frankie Edgar
Peso-leve: Michael Johnson x Clay Guida
Peso-mosca: Alexandre Pantoja x Manel Kape
Peso-galo: Cody Stamann x Askar Askar
Peso-leve: Carlos Diego Ferreira x Beneil Dariush

Card preliminar (19h, horário de Brasília)
Peso-meio-pesado: Mike Rodriguez x Danilo Marques
Peso-galo: Martin Day x Timur Valiev
Peso-casado (até 72,6kg): Devonte Smith x Justin Jaynes
Peso-mosca: Molly McCann x Lara Procópio
Peso-pena: Seung Woo Choi x Youssef Zalal
Peso-galo: Karol Rosa x Joselyne Edwards
Peso-galo: Ode Osbourne x Jerome Rivera

* Por Mateus Machado

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img