Kaynan Duarte e Mica Galvão perdem em finais do WNO; brasileiras Rafaela Guedes e Mayssa Bastos dão show

No último fim de semana, nos Estados Unidos, aconteceu uma edição especial do Who’s Number One. Foram cinco GPs, sendo três divisões de peso masculinas e duas femininas, em confrontos sem quimono. O Brasil esteve em todas as finais e saiu com dois títulos – todos no feminino.

Rafaela Guedes e Mayssa Bastos confirmaram o favoritismo em suas divisões e garantiram o título. Já no masculino, uma das principais surpresas foi o triunfo de Tim Spriggs sobre Kaynan Duarte. Os irmãos Ruotolo, Tye e Kade, venceram os brasileiros Mica Galvão e Gabriel Sousa, respectivamente. Foram distribuídos aos primeiros colocados mais de 1,4 milhão de reais.

Tim Spriggs supera Kaynan Duarte

Cotado como favorito para ficar com o título na categoria dos pesados, Kaynan Duarte – campeão do ADCC – foi surpreendido e acabou sendo finalizado por Tim Spriggs com uma chave de calcanhar. Antes do torneio do WNO, o americano não vencia uma luta há cerca de dois anos – quando derrotou Erberth Santos no F2W 130, em 2019. Ele entrou no torneio como azarão, mas colecionou três vitórias para ficar com o primeiro lugar. A terceira posição foi para Haisam Rida.

Tye Ruotolo bate Mica Galvão na final

Com uma performance incrível até a decisão, quando finalizou os experientes Johnny Tama e Dante Leon, Tye Ruotolo fez a final do peso-médio contra o brasileiro Mica Galvão. O confronto foi marcado pelo estudo de ambos os lados e bastante técnico, mas no fim o lutador da Atos ficou com o triunfo por decisão dividida dos árbitros. Jacob Couch terminou em terceiro.

Kade Ruotolo finaliza Gabriel Sousa

Sem oferecer possibilidades aos seus adversários, Kade Ruotolo foi colecionando triunfos sem gastar muito tempo e chegou com autoridade para decidir o título no peso-leve. O atleta da Atos teve como desafio o brasileiro Gabriel Sousa. O confronto foi agitado, com ambos trocando quedas agressivas, mas o americano encaixou um estrangulamento e ficou com a vitória.

Rafaela Guedes confirma favoritismo

Em grande momento desde que chegou à faixa-preta, Rafaela Guedes confirmou o favoritismo e venceu a divisão dos pesados entre as mulheres. A lutadora da Atos colocou um jogo de pressão sobre Kendall Reusing até finalizar com uma guilhotina. A terceira colocada foi Elisabeth Clay.

Mayssa Bastos tem atuação de gala

Nos palhas, Mayssa Bastos mostrou toda a sua técnica apurada durante o fim de semana para chegar à final com total favoritismo. A brasileira impôs o seu jogo na decisão contra Grace Gundrum e garantiu o título por decisão. O terceiro lugar ficou com Tammi Musumeci. 

Confira abaixo os resultados:

MASCULINO

GP peso-leve: Kade Ruotolo finalizou Gabriel Sousa com um estrangulamento
GP peso-médio: Tye Ruotolo derrotou Mica Galvão por decisão dividida
GP peso-pesado: Tim Spriggs finalizou Kaynan Duarte com uma chave de calcanhar

FEMININO
GP peso-palha: Mayssa Bastos derrotou Grace Gundrum por decisão unânime
GP peso-pesado: Rafaela Guedes finalizou Kendall Reusing com uma guilhotina