Khabib diz que vencedor de McGregor x Poirier vai lutar pelo título e revela que duelo contra brasileiro foi o ‘mais difícil da carreira’; veja

Publicidade

Presidente do UFC, Dana White ainda “nutre” esperanças de contar com o retorno de Khabib Nurmagomedov ao plantel de lutadores da organização. Prova disso é que o russo, mesmo após ter anunciado sua aposentadoria do MMA, segue como campeão peso-leve do Ultimate, e a expectativa é de que, em janeiro, o mandatário e o agora ex-lutador se encontrem, numa tentativa de Dana em fazer Khabib mudar de ideia e retomar sua carreira no esporte, que está invicta, com 29 vitórias contabilizadas.

No entanto, o “Big Boss” não terá uma missão fácil em tentar convencer “The Eagle”. Em entrevista ao canal de TV russo “Match TV”, Nurmagomedov, atualmente com 32 anos, afirmou que, apesar de manter contato direto com Dana White, considera difícil que uma oferta de luta o surpreenda a ponto de querer fazer uma nova luta.

“Talvez contra Muhammad Ali (o faça querer retomar sua carreira). Mas, infelizmente, ele não está mais conosco”, ironizou Khabib, que estava no UFC desde 2012 e contabilizou 13 vitórias em seu período na companhia.

Se a decisão de aposentadoria, de fato, for definitiva, a categoria peso-leve do Ultimate precisa de um novo campeão, tendo em vista que Khabib segue como detentor do cinturão. Questionado sobre isso, o russo afirmou que espera ver o título sendo colocado em jogo já no próximo dia 23 de janeiro, data em que Conor McGregor e Dustin Poirier vão se enfrentar, na luta principal do UFC 257.

“Vencedor da dupla Conor McGregor x Dustin Poirier. Acho que vão lutar pelo cinturão”, disse o atual campeão, de acordo com tradução do canal russo “RT Sport”. Todavia, logo depois, o empresário de Khabib Nurmagomedov, Ali Abdelaziz, declarou em suas redes sociais que houve um equívoco, ressaltando que o lutador havia afirmado que o vencedor de McGregor x Poirier disputaria o título dos leves, e não que sairia com o cinturão em posse.

Ao longo de sua trajetória no UFC, Khabib Nurmagomedov enfrentou grandes desafios, como Conor McGregor, Justin Gaethje, Dustin Poirier, Edson Barboza, Rafael dos Anjos, entre outros. Entretanto, ao ser perguntado sobre a luta mais difícil de sua passagem na organização, o russo surpreendeu ao responder sobre o confronto diante do brasileiro Gleison Tibau, que ocorreu em julho de 2012, onde saiu vencedor por decisão unânime dos jurados após três rounds de luta.

“Não tive lutas fáceis. Talvez do lado de fora parecesse assim. Mas o mais difícil foi em 2012, quando eu tinha 24 anos. Foi uma luta contra Gleison Tibau. Na época, ele estava em uma boa sequência de vitórias, estava entre os 15 melhores pesos-leves do mundo. Essa luta foi difícil, tanto emocional quanto fisicamente”, concluiu.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade