Léo Santos promete Nova União forte no Circuito Rio Mineirinho 2021/22

Presidida pelo casca-grossa Leonardo Santos, lutador do UFC e faixa-preta de Jiu-Jitsu, a equipe Nova União confirmou presença na briga pelo ranking da temporada

Publicidade

Marcado para os dias 12 e 13 fevereiro, no Velódromo do Parque Olímpico, na Barra da Tijuca (RJ), o Rio Summer Open 2022 está na reta final das inscrições (saiba mais) e promete pegar fogo.

Uma das equipes que vai entrar forte na etapa – a segunda da temporada 2021/22 do Circuito Rio Mineirinho – é a Nova União, atualmente presidida pelo casca-grossa Leonardo Santos, lutador do UFC e faixa-preta de Jiu-Jitsu.

“Ficou decidido que a Nova União irá orientar os atletas de suas filiais do Rio de Janeiro a lutarem o circuito da FJJD-Rio. Entendemos que as etapas da federação funcionam como um excelente preparatório para as competições maiores, além de reconhecermos a importância para a equipe de colocar os nossos competidores disputando o ranking”, afirmou Léo.

Helton, de pé, é um dos grandes competidores da Nova União (Foto: Jadirub)
Faixa-preta Helton, de pé, é um dos grandes competidores da Nova União (Foto Jadirub)

Tradicionalíssimo no estado do Rio de Janeiro, o Circuito Rio Mineirinho – organizado pela FJJD-Rio – chegou à sua 15ª edição, tendo formado diversos campeões ao longo dos anos. Por isso mesmo, estar presente faz parte do projeto de reformulação da Nova União, conforme explicou Leonardo Santos.

“Atualmente, a Nova União está passando por uma reformulação. Muitos faixas-preta estão saindo do país buscando novos desafios, assim como estamos formando um número considerável de atletas nessa graduação de 2022. Com isso em mente, a nossa conclusão é que esse circuito da FJJD-Rio, além de ser como um teste, deixa os faixas-preta nas melhores condições de competidor, visto que equipes de ponta estão na disputa pelo topo do ranking. A Nova União vai, sim, orientar os seus atletas na faixa-preta a lutarem as etapas na tentativa de ganhar a passagem para o World Pro”, disse o presidente, que ainda completou:

“A reestruturação da Nova União também envolve a parte infantil, mirim, pré-mirim e assim por diante. Por conta da pandemia, deixamos em ‘stand by’ planejamentos de líderes da equipe responsáveis pelas crianças. A retomada desses projetos com os pequenos já está em curso para garantir que eles voltem a competir. Estimular as crianças a lutarem em grandes eventos é garantir a longevidade da Nova União, garantir uma renovação de forma natural. Então sim, as crianças irão brigar pelo ranking em busca da passagem para o Pan Kids”.

Por fim, Léo aproveitou para enaltecer o trabalho realizado pela federação: “Gostaria de agradecer ao presidente da FJJD-Rio, Rogério Gavazza, por estar à frente da organização do circuito competitivo, fornecendo oportunidades para os nossos atletas e visibilidade para a Nova União enquanto equipe”, encerrou.

As inscrições para o Rio Summer Open de Jiu-Jitsu, vale citar, continuam abertas (clique aqui).

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade