Lutador brasileiro com passagem pelo PRIDE é preso com drogas avaliadas em US$ 380 mil; confira

Publicidade

Veterano do MMA com passagens por eventos como PRIDE e Cage Rage, o brasileiro Edson Draggo, 42 anos, acabou preso pela Polícia Rodoviária Federal na última segunda-feira (16), em Santiago, interior do Rio Grande do Sul, com cerca de 10kg de cocaína e crack escondidos no para-choque e no painel de um Fiat Siena branco. A informação foi confirmada inicialmente por uma afiliada do SBT e pelo site MMA Fighting.

De acordo com o restante da publicação, o atleta ainda tentou fugir, mas foi preso pela PRF, que informou que as drogas valem US$ 380 mil (cerca de R$ 2 milhões). Além disso, o lutador brasileiro já acumula outras passagens pela polícia sob acusações de roubo, sequestro e até mesmo porte ilegal de arma.

Natural do Rio Grande do Sul, o peso-pesado Edson Draggo possui um cartel de 13 vitórias e sete derrotas no MMA profissional. Ao longo da sua carreira, o gaúcho fez duas lutas pelo PRIDE e outras duas pelo evento Cage Rage. Na organização japonesa, perdeu para Pawel Nastula e Yoshihiro Nakao, enquanto no Cage Rage, venceu Tengiz Tedoradze, mas foi superado por Gary Turner. Edson, que não lutava desde 2015, retornou ao esporte este ano, superando Willian Telles e Davi Lucas nos eventos Face The Danger e Samurai Fight Combat.

Edson Draggo

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

Publicidade