Rory MacDonald dispara contra arbitragem após derrota para Tibau na PFL e pede investigação

Publicidade

Em ação na luta principal do quinto evento da PFL (Professional Fighters League) na temporada 2021, realizado na última quinta-feira (17), em Nova Jersey (EUA), Rory MacDonald garantiu sua classificação para as semifinais do torneio meio-médio da organização, mas nem por isso deixou de ficar insatisfeito. Derrotado por Gleison Tibau na decisão dividida dos jurados, o canadense não conseguiu aceitar o revés para o brasileiro e, claramente contrariado com o julgamento dos árbitros, disparou críticas após o evento. Rory, inclusive, pediu uma investigação sobre o resultado do combate, afirmando o que o mesmo foi “roubado”.

“Estou muito desapontado. Eu acredito, e todos com quem falei também, além de quem estava online, que venci a luta. Muitos viram 30-27 a meu favor. Para mim foi claramente um roubo. Achei que fui dominante durante toda a luta, que foi dura. Gleison dificultou muito para mim, e o respeito, mas tenho certeza de que venci. Acho que deveria haver uma investigação”, disse o lutador, que já teve passagens pelo UFC e Bellator.

Rory MacDonald estava tão certo da sua vitória que não disfarçou a surpresa e incredulidade ao ouvir do announcer que a vitória havia sido declarada para o veterano Gleison Tibau. O atleta de 31 anos ainda afirmou que nem esperava que houvesse um resultado dividido para ele, deixando claro que confiava em vencer o confronto de três rounds na decisão unânime dos jurados, o que não aconteceu.

“Eu tinha certeza absoluta que havia vencido. Já fiquei surpreso quando leram o resultado do primeiro juiz lateral dando a vitória a ele. Fiquei chocado ali. Mas quando anunciaram que a decisão dividida foi a favor dele, eu fiquei incrédulo. O que dizer disso? Não vi o que eles viram de jeito nenhum”, falou Rory, completando:

“Nós não deveríamos, como lutadores, ter nenhuma preocupação com as decisões dos juízes laterais. Nós deveríamos poder lutar e ficar tranquilos, sabendo que temos juízes competentes, justos e confiáveis julgando o nosso esporte. A preocupação quanto ao resultado não deveria existir. Não deveríamos nos preocupar após colocarmos a nossa saúde e a nossa cabeça na reta fazendo algo idiota. Isso não acontece nos outros grandes esportes, mas no nosso, situações como essa se repetem. É uma vergonha”, encerrou.

RESULTADOS COMPLETOS:

PFL 2021 #5
Atlantic City, em Nova Jersey (EUA)
Quinta-feira, 17 de junho de 2021

Card principal
Gleison Tibau derrotou Rory MacDonald por decisão dividida dos jurados
Ray Cooper III derrotou Nikolai Aleksakhin por decisão unânime dos jurados
Emiliano Sordi x Dan Spohn terminou em empate após três rounds
Chris Camozzi derrotou Cezar Mutante por decisão unânime dos jurados

Card preliminar
Antônio Cara de Sapato x Vinny Magalhães terminou em No Contest (sem resultado)
Cory Hendricks finalizou Marthin Hamlet com um mata-leão no 3R
João Zeferino finalizou Jason Ponet com um katagatame no 2R
Magomed Magomedkerimov finalizou Curtis Millender com um ezequiel no 1R
Tom Lawlor derrotou Jordan Young por decisão unânime dos jurados
Sadibou Sy derrotou Aleksei Kunchenko por decisão unânime dos jurados

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade