Meregali e Bia Mesquita levam ouro duplo e encerram Brasileiro histórico da CBJJ; confira

Publicidade

Por Diogo Santarém e Yago Rédua

*Quem compareceu ao Ginásio José Corrêa neste domingo (5), no último dia do Brasileiro de Jiu-Jitsu da CBJJ em 2019, não se arrependeu. Foram diversas lutas de altíssimo nível e algumas surpresas em Barueri, São Paulo, com destaque para os campeões ouro duplo no adulto faixa-preta: Nicholas Meregali e Bia Mesquita.

Vale ressaltar que o Brasileiro 2019 foi o maior da história da organização, com mais de 7 mil atletas inscritos, e o primeiro a pagar premiação em dinheiro no adulto faixa-preta. Com isso, além das medalhas de ouro, os campeões voltaram com uma grana extra para casa.

Veja os resultados completos do Brasileiro de Jiu-Jitsu, aqui

Abaixo, veja como foi cada final:

-Masculino adulto faixa-preta

Peso-galo: Cleber Clandestino x Rodnei Barbosa

Muita ação na luta entre os levinhos Cleber Clandestino e Rodnei Barbosa. O confronto foi parelho, com bons momentos para ambos os lutadores. Entretanto, na reta final do duelo, Clandestino acelerou e anotou os pontos que lhe garantiram o título por 4 a 2.

Peso-pluma: Alexssandro Sodré x Hiago George

A decisão dos plumas foi definida no último segundo, literalmente! Hiago George e Alexssandro Sodré fizeram um duelo aberto e cheio de emoções. No fim, o triunfo parecia que ia ficar com Sodré, na frente por 10 a 8 nos pontos. Entretanto, o faixa-preta da Cícero Costha não desistiu e, no segundo final, empatou a disputa. Nas vantagens, melhor para Hiago: 4 a 1.

Peso-pena: João Paulo Gonçalves x Isaac Doederlein

Isaac Doederlein pegou as costas de João Paulo logo no início da luta e por lá ficou nove minutos, marca em que conseguiu encaixar o estrangulamento da vitória. Título norte-americano no Brasileiro de Jiu-Jitsu.

Peso-leve: Matheus Guilherme x Ygor Rodrigues

Uma raspagem salvadora nos últimos dez segundos garantiu a medalha dourada para o jovem Ygor Rodrigues por 2 a 0 nos pontos. O duelo contra Matheus Guilherme, em si, foi morno, mas valeu pelo coração de Ygor e vibração com o pai, presente em seu córner.

Peso-médio: Cláudio Calasans x Otávio Sousa

Lutadores renomados, Cláudio Calasans e Otávio Sousa fizeram uma final disputada, mas truncada. A dupla estava empatada nos pontos e com três punições cada quando Calasans foi advertido por uma quarta penalidade e, consequente, desclassificado. Título do faixa-preta da Gracie Barra.

Peso-meio-pesado: Rudson Mateus x Henrique Cardoso

Depois de uma queda para cada lado, Rudson Mateus tomou as ações na luta. O faixa-preta de Caio Terra foi para a montada e, após estabilizar a posição, encaixou uma chave de braço em Henrique Cardoso.

Peso-pesado: Dimitrius Souza x Vinicius Ferreira

Fecharam para a Alliance (Vinicius Ferreira campeão)

Peso-super-pesado: Nicholas Meregali x Fellipe Andrew

Dois expoentes da nova geração, Nicholas Meregali e Fellipe Andrew protagonizaram uma final de tirar o fôlego no super-pesado. Andrew começou melhor, abrindo 4 a 0 no placar e contando com o apoio da torcida presente para se manter na frente. Porém, Nicholas foi ganhando espaço e, já para o fim da luta, após pegar as costas do faixa-preta da Zenith BJJ, finalizou com um estrangulamento para vibrar bastante.

Pesadíssimo: Duzão Lopes x Felipe Augusto

Em seu primeiro Brasileiro como faixa-preta, Duzão Lopes fez barulho na divisão dos pesadíssimos. Após eliminar Victor Honório nas semis, o lutador da Guigo JJ encontrou Felipe Augusto na decisão. O triunfo veio após Duzão quedar, pegar as costas e encaixar um estrangulamento.

Absoluto: Nicholas Meregali x Rudson Mateus

Momento mais esperado do dia, a disputa pelo ouro absoluto entre os homens terminou com anticlímax. O início do confronto foi agitado, com Rudson Mateus tomando a iniciativa. Porém, Nicholas Meregali logo controlou as ações e saiu na frente nos pontos. Mas após o gaúcho abrir vantagem, o combate perdeu intensidade e começou a gerar punições para ambos atletas. Desta forma, Rudson tomou sua quarta punição e acabou desclassificado. Ouro duplo para Meregali.

-Feminino adulto faixa-preta

Peso-pluma: Mayssa Bastos x Dyna Rodrigues

Na primeira final do dia, Dyna Rodrigues jogou a maior parte da luta por cima de Mayssa Bastos, mas não foi capaz de passar a guarda da faixa-preta da GFTeam. Ao fim do tempo regulamentar, muito equilíbrio e placar zerado. Na decisão unânime dos árbitros, Dyna ficou com o título.

Peso-pena: Ffion Davies x Ana Carolina Schmitt

Assim que começou o combate, Ffion Davies pegou as costas de Ana Schmitt e não largou mais. Com paciência, a britânica foi trabalhando a posição até finalizar a brasileira pelas costas. Grande triunfo.

Peso-leve: Bia Basílio x Luciene Silva

Com o apoio em peso da sua equipe, Almeida JJ, a fera Bia Basílio precisou de menos de três minutos para pegar o pé de Luciene Silva e garantir o ouro, para a festa da torcida presente no ginásio.

Peso-médio: Bia Mesquita x Renata Marinho

Após brilhar em Abu Dhabi no World Pro, a multicampeã Bia Mesquita somou mais um título para o seu extenso currículo no Brasileiro 2019. Sem dar chances para Renata Marinho, da Alliance, Bia finalizou no braço e garantiu a medalha dourada.

Peso-meio-pesado: Sábatha Laís x Rafaela Bertolot

Finalista no absoluto após grande campanha, Sábatha Laís não foi páreo para Rafaela Bertolot na categoria. Com um jogo muito ajustado, a representante da GFTeam pegou as costas de Sábatha, marcou 4 a 0 nos pontos e controlou o resultado para sair vitoriosa.

Peso-pesado: Claudia do Val x Fernanda Mazzelli

Em duelo entre duas atletas já consagradas no cenário do Jiu-Jitsu feminino, quem levou a melhor foi Fernanda Mazzelli. O combate foi travado, terminando com o placar zerado, e o triunfo para Mazzelli veio por decisão unânime dos árbitros.

Peso-super-pesado: Carina Santi x Izadora Cristina

Grande confronto entre Carina Santi e Izadora Cristina pelo ouro super-pesado no feminino. Izadora começou melhor, indo pra cima a anotando pontos. Porém, Carina soube segurar o ímpeto da rival, virar o jogo na hora certa e finalizar com um justo katagatame.

Pesadíssimo: Jessica Flowers x Joaquina Bonfim

Fecharam para a Gracie Barra (Jessica Flowers campeã)

Absoluto: Sabatha Lais x Bia Mesquita

Implacável, Bia Mesquita chegou para o absoluto após garantir o título em sua categoria. E novamente dando show, precisou de poucos minutos para encaixar um estrangulamento arco e flecha em Sábatha Laís e confirmar sua segunda medalha de ouro.

Confira os resultados completos:

-Masculino adulto faixa-preta
Peso-galo: Cleber Clandestino derrotou Rodnei Barbosa por 4 a 2 nos pontos
Peso-pluma: Hiago George derrotou Alex Sodré por 4 a 1 nas vantagens
Peso-pena: Isaac Doederlein finalizou João Paulo Gonçalves com um estrangulamento
Peso-leve: Ygor Rodrigues derrotou Matheus Guilherme por 2 a 0 nos pontos
Peso-médio: Otávio Sousa derrotou Cláudio Calasans por desclassificação
Peso-meio-pesado: Rudson Mateus finalizou Henrique Cardoso com uma chave de braço
Peso-pesado: Vinicius Ferreira foi o campeão após fechar com Dimitrius Souza
Peso-super-pesado: Nicholas Meregali finalizou Fellipe Andrew com um estrangulamento
Peso-pesadíssimo: Duzão Lopes finalizou Felipe Augusto com um estrangulamento
Absoluto: Nicholas Meregali derrotou Rudson Mateus por desclassificação

-Feminino adulto faixa-preta
Peso-pluma: Dyna Rodrigues derrotou Mayssa Bastos por decisão unânime
Peso-pena: Ffion Davis finalizou Ana Carolina Schmitt com um estrangulamento pelas costas
Peso-leve: Bia Basílio finalizou Luciene Silva com uma chave de pé
Peso-médio: Bia Mesquita finalizou Renata Marinho com uma chave de braço
Peso-meio-pesado: Rafaela Bertolot derrotou Sábatha Laís por 4 a 0 nos pontos
Peso-pesado: Fernanda Mazzelli derrotou Cláudia do Val por decisão unânime
Peso-super-pesado: Carina Santi finalizou Izadora Cristina com um katagatame
Peso-pesadíssimo: Jessica Flowers foi campeã após fechar com Joaquina Bonfim
Absoluto: Bia Mesquita finalizou Sábatha Laís com um estrangulamento arco e flecha

*a cobertura do Campeonato Brasileiro pela TATAME tem o oferecimento da @keiko_sports e da @prime_esportes_tatame. Siga conosco!

Publicidade

Notícias relacionadas

1 COMENTÁRIO

  1. Prezados Sres Editores da Revista e ou a quem possa interessar….
    Acredito que grande o grande público que acompanha o esporte gostaria também de conhecer os resultados das categorias Master faixas Preta Feminino e Masculino.
    Grandes nomes que fizeram e ainda fazem parte do cenário do Jiu Jitsu mundial, simplesmente são ignorados.
    Por serem “Velhos” ?
    Vamos por favor, valorizar os professores daqueles que fazem as finais das categorias Adulto.
    No aguardo.
    Carlos Araujo
    Faixa Preta 1º Master 3
    Equipe Bonsai

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade