Morcego fala sobre expectativa de estreia no ONE em luta contra ex-campeão do Shooto: ‘Chego com boa bagagem’

Publicidade

Rafael “Morcego” Silva chega com moral para a sua estreia no ONE Championship, maior evento de MMA da Ásia. Isso porque, desde que saiu do Bellator, em 2014, ele venceu oito lutas e conquistou o cinturão peso-galo do Pancrase. A boa fase rendeu o contrato com o ONE e seu debute acontece neste domingo (13), em Tóquio, no Japão, contra o japonês Shoko Sato, ex-campeão do Shooto.

Apesar de viver uma grande fase na carreira e chegar como campeão de um grande evento japonês, o catarinense de Balneário Camboriú garante que isso não aumenta a sua responsabilidade, e prefere ressaltar o fato de adicionar mais uma grande organização de MMA ao seu currículo.

“Estou muito feliz e as expectativas são as melhores possíveis. Esse é o terceiro evento grande que vou lutar, então chego com uma boa bagagem. Desde que deixei o Bellator, só perdi uma luta, que foi no Pancrase, para o Shintaro Ishiwatari. Mas foi uma luta muito equilibrada, tanto que o Shintaro não quis me dar a revanche e saiu do Pancrase. Mas isso não vem ao caso. O importante é que estou em uma boa fase. Sempre fiz lutas duras e estou feliz com a minha carreira. Se eu parasse hoje, estaria feliz por tudo o que alcancei no MMA. Realizei todos os meus sonhos de moleque. Fui campeão mundial, meu sonho era conhecer o Japão e estou aqui pela oitava vez… Mas ainda tenho lenha para queimar. Vou competir por mais alguns anos ainda”, disse o lutador de 34 anos.

O oponente de Morcego é uma pedreira. Aos 31 anos, Shoko Sato possui um cartel com 52 lutas, sendo 32 vitórias, 16 derrotas, três empates e um no contest. Ele também já atuou pelo Pancrase, é ex-campeão do Shooto e venceu oito de suas últimas dez lutas. O catarinense sabe dos perigos que o japonês pode oferecer na luta. No entanto, ele diz que focou mais no seu treinamento e que espera impor o seu jogo para sair vitorioso.

“O Sato possuiu muitas lutas no cartel, é um cara bem experiente, já lutou no Shooto e já fez uma luta no ONE. Mas eu me preocupo mais comigo. Claro que estudo o jogo do oponente, traço uma estratégia, mas eu preciso estar preparado, saudável e fazer o meu jogo para sair com a vitória. Vou lutar uma categoria acima da que eu luto normalmente, então tive que perder menos peso para esta luta. Ele é um cara bem duro, mas eu também sou. Vou tentar fazer o meu jogo, não tem o que esconder. Vou chegar lá e tentar impor a minha estratégia para sair com a vitória”, concluiu.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img