Mulheres são nocauteadas por homens em evento de MMA polonês, que promove lutas de celebridades; veja

Publicidade

Um evento de MMA na Polônia criou uma grande polêmica na última semana. A organização MMA-VIP, que promove lutas entre celebridades no país do leste europeu, desta vez foi além e realizou dois combates intergêneros, com homem e mulher se enfrentando dentro do cage.  

Os dois homens venceram. Piotr “Mua Boy” Lisowski, que é famoso no Tik Tok, nocauteou Ula Siekacz – conhecida por realizar disputas de queda de braço. Já Michal Przybylowicz, o “Ken Polonês”, foi responsável por nocautear Wiktoria Domzalska, que é filha de um boxeador do país.

Responsável por regular os eventos de MMA amadores em grande parte da Europa, a IMMAF (Federação Internacional de MMA) se posicionou: “Apesar de a organização e os competidores não terem associação com a IMMAF, como corpo internacional responsável pelo MMA amador, sinto que é importante declararmos nossa posição. A IMMAF discorda categoricamente desse escândalo intencional em forma de entretenimento que não representa o esporte do MMA ou seus valores e coloca mulheres em risco. É inaceitável que mulheres e homens possam competir um contra o outro em esportes de combate, essencialmente por razões de segurança, mas também por fair play, e nós de jeito nenhum apoiamos isso”, disse o comunicado da IMMAF.

Confira abaixo:

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade