Nick Diaz planeja retorno ao octógono após seis anos afastado, mas Dana White adota outro tom: ‘Acho que ninguém quer ver ele lutando’

Publicidade

Um dos principais personagens do UFC na última década, Nick Diaz vai completar seis anos sem subir ao octógono no próximo dia 31 de janeiro. Em 2015, o lutador enfrentou Anderson Silva – que retornava de uma grave lesão na perna – e o combate virou “No Contest” após os dois lutadores testarem positivo em exame antidoping da USADA (Agência de antidoping dos EUA). Kevin Mubenga, empresário de Diaz, disse que planeja o retorno do atleta de 37 anos ao Ultimate para o primeiro semestre de 2021, mas se depender de Dana White, presidente da organização, o americano segue longe da organização e não retorna mais.

“Tudo que eu vejo do Nick Diaz não parece que ele queira ou esteja pronto para competir nesse esporte. No MMA, até Jon Jones, por melhor que ele seja, tem que estar 100% mentalmente, fisicamente e emocionalmente, pronto para treinar e para lutar. E eu acho que ninguém quer ver o Nick Diaz lutar”, opinou o presidente do UFC ao podcast “The Schmo” sobre Diaz, que ainda tem contrato com a companhia.

Nick é veterano no MMA e atuou pelos extintos PRIDE, WEC, EliteXC e Strikeforce – quando conquistou o cinturão dos meio-médios. Além disso, disputou em duas oportunidades o título no UFC, mas foi derrotado por Georges St-Pierre e Carlos Condit. Dana acredita que por tudo o que Diaz fez, não há motivos para voltar.

“Nick Diaz esteve em muitas guerras ao longo da carreira. Ele conquistou muitas grandes coisas na sua carreira, ganhou muito dinheiro. Ele é obviamente muito famoso. Ele conseguiu tudo que poderia desejar na luta. Eu não sei por que, quando vejo o Instagram dele, ele iria querer voltar a lutar”, concluiu o dirigente.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade