Ouros duplos, destaques e desclassificações: veja o resumo dos eventos da IBJJF nos Estados Unidos

O fim de semana ficou marcado por dois eventos de Jiu-Jitsu da IBJJF nos Estados Unidos. Yago Souza (316 BJJ) e Sarah Block (Maxercise Phila) foram destaques nas competições com pano no Memphis Open e faturaram o ouro duplo na faixa-preta adulto. Além disso, que também brilhou foi Shane Jamil nos leves e Eduardo Avelar nos médios – ele também foi campeão no sem pano, finalizando todos os combates.

Outros campeões na preta: Estevan Martinez (pluma), Daniel Maira (pena), Rafael Vasconcelos (pesado) e Renato dos Santos (super-pesado). Além de Sarah Block, não teve outras campeã entre as mulheres.

Sem pano, o destaque ficou com Diego “Sem Noção” Ramalho. O faixa-preta da ZR Team foi campeão dos super-pesados e fechou o absoluto com o parceiro de time Estevan Martinez – que também foi ouro no peso-galo. O casca-grossa Alexandre Molinaro também foi um dos destaques com o título nos pesos-pesados.


Destaque do Miami Open

O desejado absoluto na faixa-preta adulto do Miami Open foi para Lucas Valle (R1NG BJJ). O lutador só não completou a dobradinha com duas medalhas de ouro, porque foi derrotado por Tainan Dalpra na final dos médios. Outro destaque foi Johnatha Barbosa que garantiu o primeiro lugar nos leves. Andres Poveda (galo), Cícero Paiva (pluma), Danilo Moreira (pena), Christian Yost (meio-pesado) e Jorge Barba (pesado) foram os outros campeões na preta adulto. Entre as mulheres, os médios e absoluto foram para Natasha Aileen.

Sem pano, em Miami, o protagonista foi o americano Gianni Grippo que levou para casa o ouro duplo – campeão nos leves e absoluto. O experiente brasileiro Gesias Cavalcante faturou o título nos médios. Maggie Grindatti conquistou peso e absoluto nas disputas femininas, mas não teve adversária nas chaves.

Nas disputas com pano do Miami Open, Fellipe Andrew enfrentou o companheiro de equipe (Alliance) Victor Rodrigues e ambos foram desclassificados. O árbitro Rico Bastos, antes da decisão de desqualificação, deu uma punição após os lutadores apresentarem um ritmo mais lento ao confronto, sem tanta combatividade.