Paige VanZant diz que sair do UFC foi a sua ‘melhor decisão’ e vê independência financeira no BKFC

Publicidade

Ao chegar no UFC em 2014, ainda muito jovem, Paige VanZant se tornou uma das atletas mais populares da organização, não propriamente pelo seu desempenho dentro do octógono – sim muito por conta da sua beleza -, e durante o seu período na organização, contabilizou cinco vitórias e quatro derrotas. No entanto, no ano passado, após seis anos lutando pela franquia, a americana decidiu não renovar seu contrato e, em busca de uma maior valorização financeira, assinou com o Bare Knuckle FC, companhia de Boxe sem luvas, onde já chegou a fazer uma apresentação, em fevereiro, quando foi derrotada pela compatriota Britain Hart.

Atualmente com 27 anos, Paige tem novo duelo marcado, contra Rachael Ostovich, também ex-lutadora do UFC, no dia 23 de julho. Em entrevista ao site MMA Fighting, VanZant deixou claro que tomar o caminho de sair do Ultimate não foi fácil, justamente por ser jovem e ainda ter muito a mostrar, mas também admitiu que, atualmente, não tem dúvida de que fez a “melhor decisão” da sua carreira em assinar com o Bare knuckle.

“Eu tive toda a minha carreira construída no UFC, foram seis anos. Isso foi muito estressante. Não tiveram muitas pessoas que deixaram o UFC no auge de suas carreiras. Tiveram muitos veteranos que deixaram quando estavam no final (da carreira), procurando algumas lutas a mais. Para mim, eu era uma agente livre aos 26 anos. Eu era muito jovem. Foi angustiante saber que você está deixando a potência dos esportes de combate. Mas agora eu sei que foi a melhor decisão que já tomei. Desde que eu saí (do UFC), vi diversos lutadores deixando a organização – e isso não é um insulto necessariamente, mas eu acho que é mais um despertar para os lutadores saberem que existe dinheiro lá fora e nós vamos ser compensados”, afirmou.

 

Sem esconder a satisfação em ter saído do Ultimate e assinado um contrato de quatro lutas com o BKFC, Paige VanZant afirmou que, pela primeira vez em sua carreira, encontra-se estável financeiramente, não só pelo bom vínculo firmado com a organização de Boxe sem luvas, mas também por ter lançado, este ano, um site pessoal, onde vende conteúdos exclusivos para os seus fãs, divulgando fotos e vídeos sensuais.

“Eu estive no UFC por seis anos, estou lutando profissionalmente há oito, e finalmente está dando tudo certo. Este ano, enfim, tudo está valendo a pena e estou confortável com a minha vida. Eu diria que, quando assinei com o BKFC, passei a ganhar mais dinheiro do que ganhei em toda minha carreira no UFC, é muito louco”.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade