Palco de lutas de Hélio e Carlson Gracie, Maracanã comemora 71 anos com visita de crianças praticantes de Jiu-Jitsu

Publicidade

Palco de duas finais de Copa do Mundo e de inúmeros outros momentos marcantes do Futebol, o Maracanã também foi arena de clássicos da luta, como o histórico duelo em que Hélio Gracie teve o braço quebrado pelo gigante Masahiko Kimura, em 1951, e os combates de Carlson Gracie contra Cirandinha e Passarito nos anos seguintes. Batizado de Jornalista Mário Filho, o estádio completou 71 anos na última quarta-feira (16).

Para comemorar a data, a SUDERJ abriu as portas para 71 crianças que nunca haviam entrado no templo do Futebol. Boa parte delas praticantes de Jiu-Jitsu, alunos do projeto Geração UPP, que há 12 anos leva os ensinamentos da modalidade desenvolvida pela família Gracie a jovens de comunidades através de uma parceria entre Legião da Boa Vontade, Super Rádio Brasil AM 940, Prime Esportes, Boomboxe e Polícia Militar.

Dentre os 71 convidados de honra do evento, estiveram dois irmãos cascas-grossas que são figurinhas carimbadas em todas as competições que participam: a faixa-cinza com preta Maria Timóteo Barbosa, de 10 anos, e o faixa-azul Fellipe Cabral Timóteo, de 16 anos. Ambos são criados no tatame da unidade da Geração UPP no Morro da Providência. Felipe iniciou na arte suave aos 6 anos de idade, enquanto Maria, aos 4.

“Foi um dos melhores dias da minha vida. Eu nunca tinha sentido essa sensação na vida, foi a melhor sensação do mundo, um sonho”, disse a encantada Maria. “A sensação de entrar no Maracanã foi muito boa. A primeira vez a gente nunca esquece. É uma imensa felicidade estar no principal palco do Futebol no mundo”, complementou Fellipe, o outro filho da orgulhosa mamãe Maria Cláudia Cabral Timóteo.

Foram sete comunidades representadas na visita ao Maracanã: Barreira do Vasco, Batan, Borel, Camarista, Jacarezinho, Providência e Vidigal. O passeio foi organizado pelo Comando de Polícia Pacificadora (CPP). Além do tour pelas dependências do estádio, as crianças também receberam lanches ofertados pela LBV e pela M. Dias Branco, que se tornou grande parceira do grupo através do Instituto Faixa-Preta de Jesus.

“Foi um evento muito bacana, mais um momento inesquecível que podemos proporcionar para esses jovens. O Maracanã tem todo um simbolismo, todo um atrativo envolvendo o esporte, envolvendo grandes ídolos nacionais e internacionais. Foi um passeio muito proveitoso. Ter o apoio de várias frentes foi primordial. Sem dúvida, um dia repleto de enriquecimento cultural para todos envolvidos”, destacou a major PM Bianca Neves.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img