Papo Reto #3: Gurgel reflete sobre os prós e contras do Jiu-Jitsu se tornar um esporte olímpico

Publicidade

Um dos mais respeitados nomes na comunidade da arte suave, Fábio Gurgel é o novo colunista da TATAME. E no terceiro episódio do “Papo Reto”, o faixa-coral fala a respeito do Jiu-Jitsu olímpico. Gurgel aproveita o gancho das Olimpíadas de Tóquio 2020 – que vêm acontecendo em 2021 por conta da pandemia do novo coronavírus – e reflete a respeito dos prós e contras para a arte suave em caso de adesão pelo COI.

“Olimpíadas ‘bombando’, a gente acompanhando tantos esportes, e tenho certeza de que qualquer atleta, de qualquer modalidade, fica com aquele desejo olímpico. E com o Jiu-Jitsu é a mesma coisa. Porém, hoje eu tenho uma posição um pouco diferente em relação ao tema, não olhando apenas pela parte do atleta, mas no contexto do esporte como um todo. Será que realmente seria bom para o Jiu-Jitsu se tornar um esporte olímpico?”, indagou o líder da equipe Alliance, em trecho do vídeo que você assiste na íntegra acima.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img