Parrumpinha analisa derrota de Borrachinha para Strickland e questiona postura do mineiro

Treinador da ATT acredita que Borrachinha deve estar lamentando após o revés no UFC 302 para Strickland no co-main event

Parrumpinha analisa derrota de Borrachinha para Strickland e questiona postura do mineiro

Paulo Borrachinha foi derrotado por Sean Strickland no UFC 302 (Foto: Divulgação)

A derrota de Paulo Borrachinha para Sean Strickland no UFC 302, no começo do mês de junho, em controversa decisão dividida, segue repercutindo no mundo do MMA. Dessa vez, quem opinou sobre o assunto foi Marcos Parrupinha, renomado treinador da American Top Team, que analisou o revés sofrido pelo mineiro e, consequentemente, o distanciamento de uma uma nova de disputa de cinturão no peso-médio.

Em participação no podcast “MMA Hoje”, Parrumpinha questionou a postura de Borrachinha durante o confronto e também as falas do compatriota após a derrota, onde disse que em sua próxima luta irá mudar seu estilo. O treinador da ATT declarou que o mineiro perdeu a chance de disputar o cinturão até 83kg, se tivesse vencido com autoridade o duelo contra Strickland.

“Se o Borrachinha ganha bem do Strickland, ele iria direto para a luta o cinturão. Quem mais tem? Se ganhasse em uma decisão dividida polêmica, ele lutaria outra vez, mas vencendo por nocaute ou finalização, até mesmo por pontos de uma forma dominante, ele lutaria pelo título, porque o Sean era o campeão (até o início do ano). O que não concordo é ele acabar de lutar, perder e falar que vai mudar de postura. Agora é tarde”, disse Parrumpinha, que completou:

“Hoje, o Borrachinha deve estar vendo a luta e querendo ‘se matar’, porque ele deve estar put* pensando no tanto que treinou e pensando em coisas que ele devia ter feito e não fez, por qualquer motivo que seja”, declarou o treinador.

Com a derrota para Sean Strickland, Borrachinha vive sua pior fase na carreira. Aos 33 anos, o brasileiro vem de quatro derrotas nas últimas cinco lutas. Antes do revés para o “Tarzan”, o mineiro havia sido superado por Robert Whittaker, em fevereiro deste ano, no UFC 298, por decisão unânime. Paulo não sabe o que é vencer um confronto desde 2022, quando superou o ex-campeão Luke Rockhold por unanimidade.

Para conferir mais notícias sobre Sean Strickland e Paulo Borrachinha, clique aqui