Por que Tyson Fury é um dos melhores boxeadores de peso pesado de sempre?

Publicidade

Tyson Fury nem queria ter que competir pela terceira vez contra o sempre perigoso Deontay Wilder, tentando pular essa sua obrigação para lutar contra o antigo campeão Anthony Joshua. Contudo, devido a uma obrigação contratual, Tyson Fury foi mesmo obrigado a ter que dar mais uma chance para o lutador e ex-campeão Wilder. Porém, tal como já havia acontecido nas outras vezes, Fury acabou sendo muito superior ao seu adversário.

Dessa vez, com um KO limpo, após 10 rounds de “bullying” esportivamente falando, Tyson Fury provou mais uma vez ser um boxeador muito superior ao seu adversário. Ainda assim, essa luta foi, claramente, a melhor das três. Isso porque, Wilder, fazendo jus à sua mão direita muito poderosa, acabou carimbando dois KDs em Fury no 4º round. No entanto, esse foi o momento mais alto da noite para Wilder. 

Indo de encontro com o que as sporting bets nos indicavam – visto que Tyson Fury era o claro favorito nas odds oferecidas -, o lutador inglês ganhou, mas não do jeito que os apostadores previam. Isso porque, para um KO vitorioso, os apostadores estariam apostando mais em uma vitória de Wilder desse jeito. Ou seja, um apostador que tenha apostado nesse KO de Fury, terá conseguido multiplicar várias vezes esse seu investimento. 

Mais de 2 metros e 130 quilos de talento puro no boxe

Esse é um pequeno resumo do que é Tyson Fury dentro do ringue de combate. Tendo um cartel atual de 30 vitórias, 0 derrotas e um empate (contra Wilder em seu primeiro embate), Fury nunca foi derrotado, demonstrando sempre uma capacidade defensiva que, por vezes, nos fará recordar Floyd Mayweather. Porém, estamos falando de um humano “gigante”, fazendo com que seja muito complicado o pegar.

Ainda assim, e devido ao seu novo técnico, para essas suas duas últimas lutas Tyson Fury decidiu empregar uma estratégia ofensiva muito clara. Sendo dono de um “jab” rápido e de um “1-2” ainda mais rápido, nunca é fácil pegar Fury na trocação ou até mesmo no clintch. Sim porque é nessa fase da luta que Fury sabe muito bem usar a vantagem de seu peso e corpo. Que o diga Wilder que, nessa última luta, após o 5º round, já estava totalmente exausto. 

Títulos e grandes vitórias elevam lenda de Fury

Apesar de ter estado afetado da alta competição devido a problemas familiares e de saúde, a verdade é que, antes dessa pausa, Fury conseguiu destronar um peso pesado que detinha os títulos desde 2010. Falamos do também lendário Wladimir Klitschko. Em uma luta que controlou de início ao fim, Fury surpreendeu tudo e todos, derrotando aquele que era considerado um campeão invencível. Nesse momento, Fury conquistou a maioria dos títulos de pesos pesados. 

Em seu retorno, Fury foi diretamente atrás do único título de pesos pesados que estavam faltando: o do WBC. Foi precisamente isso que acabou por fazer, sendo dos poucos “heavy weights” que conseguiram conquistar os títulos de todas as Entidades no boxe. Juntando a isso um enorme carisma e “trash talk”, sem dúvida que Fury está marcando essa fase do boxe mundial.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img