Prestes a enfrentar russo no ACA, Irwing King Kong promete: ‘A luta vai acabar antes do gongo final’

Publicidade

Irwing King Kong está fazendo da Rússia o seu “segundo lar”. Contratado pelo evento ACA MMA em 2021, o lutador brasileiro fará em apenas um ano a sua quarta luta na organização russa. O paranaense vai enfrentar Vitaliy Slipenko no dia 17 de dezembro, na cidade de Krasnodar, na Rússia. Se preparando como nunca para conquistar a sua segunda vitória na organização, o atleta falou sobre a intensa preparação para esse confronto, válido pelo card do ACA 134.

“Estou começando a pisar no acelerador, a ideia é chegar 100% no dia. O camp está muito bom na parte física com o professor Madison Filho e a parte de MMA com o professor Abdul. As surpresas estão sendo desenvolvidas”, revelou o casca-grossa.

Nascido no Paraná, o “King Kong” como é conhecido, ganhou destaque no Brasil após derrotar Rene Soldado em 2020 e faturar o cinturão peso-médio do SFT, um dos maiores eventos do Brasil. Somando 17 vitórias no cartel, o atleta venceu a maioria de seus confrontos por via rápida, sendo nove por nocaute/nocaute técnico e seis lutas por finalização. Já seu rival soma 13 triunfos na carreira, sendo três deles no ACA MMA. Questionado sobre o que sabe do adversário russo, Irwing mostrou que já está estudando o rival, como conta a seguir.

“Sei que ele é um atleta que gosta da trocação, mas é bem completo, é bem atlético, forte e gosta de andar para cima”, disse o brasileiro ao analisar o seu próximo rival.

Irwing já fez três confrontos no ACA MMA até o momento. Em sua estreia na organização, o atleta enfrentou Ibragim Magomedov, perdendo na ocasião por decisão unânime. De volta à organização em junho, o atleta conquistou a sua primeira vitória internacional derrotando Magomedsaygid Alibekov por decisão majoritária. Já em seu último confronto, o brasileiro sofreu com a decisão dos árbitros laterais, que declararam Azamat Amagov vencedor por decisão dividida, em outubro deste ano. 

Questionado sobre o último revés e o que precisa fazer para trazer a vitória para o Brasil, Irwing promete agressividade desde o início para acabar com o confronto antes do fim do terceiro round.

“A ideia é sempre buscar o nocaute, mas com certeza nessa luta não pouparei energias para não deixar nas mãos dos juízes. A luta irá acabar antes do gongo final, mas só dia 17 vocês verão o final dessa história”, finalizou.

O paranaense representa a conceituada academia Fight Clan, e também comanda a Xperience Sports Center, sua própria academia, situada no centro de Curitiba, Paraná. 

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade