Professor da UFC Gym, Raphael Barbosa mira título do World Pro de olho em superluta: ‘Amo desafios’

Publicidade

O professor Raphael Barbosa retomou às suas atividades de modo integral. Antes, só professor na UFC Gym em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, o faixa-preta está em treinamento intenso para competir novamente no circuito da AJP e o World Pro Abu Dhabi, agendado para acontecer entre os dias 14 e 19 de novembro na terra do xeque Mohamed Bin Zayed.

Raphael, embalado pela sequência de vitórias e título no AJP Tour Ásia até 94kg, está animado com seu momento atual dentro e fora dos tatames. Se na academia aumenta o número de alunos, na jornada de competidor o desempenho também só cresce.

“O segredo disso tudo é a paixão que tenho pelo esporte. É incrível o momento que estou vivendo. Estou conseguindo fazer com que meus alunos evoluam e conheçam a principal ferramenta que o esporte proporciona: saúde. Em contrapartida, eu voltei a competir bem também. Estou tendo uma rotina intensa de treinos e o melhor é estar conciliando isso tudo”, destaca Raphael, que tem mais de 25 anos de experiência com o Jiu-Jitsu entre aulas, seminários e competições ao redor do mundo.

O faixa-preta, assíduo competidor desde o tempo que era faixa-azul no Rio de Janeiro, sabe que para ter bons resultados precisa treinar como um campeão. Para manter seu nível de desempenho elevado, ele contratou uma nutricionista que prepara todo seu cardápio alimentar. 
O time multidisciplinar do campeão é formado pelo preparador físico Erick Sloboda e sua esposa Vanessa Victorio, peça fundamental da estrutura profissional de Raphael e a responsável por preparar todas as refeições da semana. Vale citar também que seu preparador físico é renomado na área, onde já treinou craques do Futebol como, por exemplo, Hulk (Atlético Mineiro) e Vagner Love (ex-Flamengo).

“Eu já tinha uma rotina saudável, mas optei por ter um acompanhamento nutricional diferenciado. A minha nutricionista Nathalia Chantre é muito boa no que faz, ela me deixa forte para todos os meus treinos. É incrível o quanto ela sabe sobre os alimentos. Eu sei que ter uma alimentação boa pode me deixar mais perto do topo da competição. Hoje, a divisão master é tão competitiva quanto a divisão adulto”, ressalta Raphael, faixa-preta desde 2007.

Aos 39 anos, sendo 14 como faixa-preta, Raphael sonha com o título do World Pro 2021 para fechar a temporada com êxito completo. Em 2019, ele ficou com a medalha de prata.

“Eu amo os desafios e estou animado para esta disputa do World Pro, vou em busca do ouro. Estou fazendo tudo que um atleta profissional pode fazer para chegar bem lá na hora. Mal posso esperar para competir. Estou aberto a negociações para fazer superlutas. É só ver o Leozinho Vieira voltar a lutar bastante, a divisão master está com um brilho e bem competitiva”, encerrou. 

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade