Pronta para ‘luta da vida’ diante de Nina Ansaroff no UFC Vegas 23, Mackenzie Dern afirma: ‘Vai decidir muita coisa em nossas carreiras’

Publicidade

* Profissional desde 2016, Mackenzie Dern registra um cartel de 11 lutas – com dez vitórias e uma derrota – no MMA. A faixa-preta de Jiu-Jitsu está galgando seu espaço dentro da principal companhia do mundo, o Ultimate, e atualmente é a 11ª colocada no ranking peso-palha. Neste sábado (10), pelo UFC Vegas 23, a lutadora vai encarar Nina Ansaroff, no que a brasileira descreveu como a “luta da sua vida” até o monento.

“Desde a minha gravidez, o que eu senti foi falta de massa muscular. Depois de quatro lutas, sinto que agora a minha estrutura corporal está toda organizada. A minha trocação tá afiada, meu chão, estou preparada. Nesse camp consegui trazer o (Rogério) Camões, que é o meu preparador. Ele ficou dois meses comigo e treinamos bastante essa parte física. O meu raciocínio de luta está mais rápido. Estou me sentido muito bem para a maior luta da minha da minha vida”, destacou Mackenzie, que seguiu fazendo uma análise sobre Nina:

“Ela é duríssima, é a quinta colocada do ranking, tem bastante experiência. Ela já lutou com Cláudia Gadelha, Carla Esparza, Tatiana Suarez e outras meninas de alto nível. É a primeira vez que estou lutando com alguém acima de mim no ranking. Ela está acostumada a enfrentar as melhores do mundo. Quero levar a luta para o chão, acredito que ela seja uma trocadora melhor que eu, então não quero ficar três rounds lutando com ela em pé. Essa luta vai decidir muita coisa em nossas carreiras”, disse Dern, que recém completou 28 anos.

Mackenzie comentou ainda o período de seis meses entre um combate e outro, o fato de Nina retornar após uma gestação – algo que aconteceu com a própria Dern em 2019 – e o sonho de entrar no Top 5 dos palhas.

Confira abaixo outros trechos da entrevista com Mackenzie Dern:

– Período de seis meses sem entrar em ação

Tinha machucado o meu nariz (na luta contra a Virna Jandiroba). Até lutaria antes, mas foi bom aproveitar esse tempo para me recuperar. O nariz é algo que sempre vão atacar (risos). O melhor jeito era recuperar 100%. O que eu melhorei foi ficar calma na hora da luta, estou desviando melhor dos golpes. Minha trocação melhorou. A minha última luta teve três rounds, mas estava preparada para lutar cinco, se fosse preciso.

– Nina Ansaroff voltando de gestação

Toda mãe passa por suas próprias experiências. Não sei muito como foi a gravidez dela, a amamentação… Uma coisa que eu senti na minha primeira luta é que poderia ter vencido, mas a Amanda (Ribas) estava mais rápida. Ela (Nina) não tem noção do quanto vai melhorar como atleta e pessoa após essa gestação.

– Sonho de entrar no Top 5 do peso palha

Eu pedi uma lutadora mais ranqueada (após vencer a Jandiroba). Dependendo de como eu ganhar (da Nina), posso chegar perto do Top 5. Talvez a sexta colocação. Se for main event a minha próxima luta, poderei mostrar o que sei fazer em cinco rounds. Estou preparada para construir o meu futuro aqui no Ultimate.

CARD COMPLETO:

UFC Vegas 23
UFC Apex, em Las Vegas (EUA)
Sábado, 10 de abril de 2021

Card principal (16h, horário de Brasília)
Peso-médio: Marvin Vettori x Kevin Holland
Peso-pena: Sodiq Yusuff x Arnold Allen
Peso-médio: Kyle Daukaus x Aliaskhab Khizriev
Peso-médio: Sam Alvey x Julian Marquez
Peso-palha: Nina Ansaroff x Mackenzie Dern
Peso-meio-médio: Mike Perry x Daniel Rodriguez

Card preliminar (13h, horário de Brasília)
Peso-leve: Jim Miller x Joe Solecki
Peso-leve: Scott Holtzman x Mateusz Gamrot
Peso-leve: John Makdessi x Ignacio Bahamondes
Peso-pesado: Yorgan de Castro x Jarjis Danho
Peso-galo: Hunter Azure x Jack Shore
Peso-pena: Luis Saldaña x Jordan Griffin
Peso-meio-pesado: Da Un Jung x William Knight
Peso-meio-médio: Impa Kasanganay x Sasha Palatnikov

* Por Yago Rédua

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

Publicidade