Pronto para ‘guerrear’ contra Paulo Miyao, Tanquinho projeta disputa no ACB JJ 10: ‘Quero o cinturão linear’

Publicidade

O ano de 2018 começa com um desafio no tatame para Augusto Tanquinho. É chegada a hora de vestir o quimono para o combate válido pelo título peso-leve do ACB Jiu-Jitsu, na próxima sexta-feira (26), diante do também brasileiro Paulo Miyao. A luta é o co-main event do ACB JJ 10, que tem como palco o ginásio do clube Hebraica, em São Paulo. Os ingressos para o evento estão à venda através do site https://acbjj10.eventbrite.com.

Para o embate, Tanquinho iniciou sua preparação no Arizona, Estados Unidos, onde vive e treina há seis anos. Na reta final do camp, voltou ao Rio de Janeiro, sua cidade natal, para treinar ao lado de companheiros de longa data e ajustar os últimos detalhes antes da “guerra”, como ele mesmo classifica a luta contra Miyao, um multicampeão na arte suave.

“Eu estou muito empolgado para esse combate. Tenho certeza que será um grande show, e me sinto honrado por estar encabeçando esse card histórico, repleto de campeões mundiais. Eu fiz uma boa preparação na Soul Fighters do Arizona e no Rio, e passar as últimas semanas no Brasil foi muito produtivo. Nossa luta será uma verdadeira guerra, e estou pronto para guerrear e ser campeão peso-leve”, avisou o faixa-preta carioca.

Tanquinho está embalado pela recente conquista no ACB JJ. Em dezembro passado, em Moscou, na Rússia, ele enfileirou três adversários e conquistou o GP até 60kg sem quimono na edição número nove do show. O triunfo serviu ainda como motivação para agora.

“Aquela conquista foi ótima, me deu um ânimo a mais, um gás legal para entrar em 2018 com tudo. Logo se confirmou a disputa pelo cinturão, então tudo deu certo. Aquele foi um título importante para mim, mas agora quero o título linear na categoria até 65kg”.

Para mais informações sobre o ACB JJ 10 e ingressos, clique aqui

Desde 2014 dedicando-se ao MMA, modalidade na qual registra cartel com oito lutas e seis vitórias, Augusto Tanquinho é atleta do plantel do UFC. Enquanto aguarda por uma nova convocação da organização norte-americana, o campeão mundial de Jiu-Jitsu de 2013 seguirá em busca de novos desafios na arte suave, principalmente relacionados ao ACB JJ.

“O Jiu-Jitsu é minha paixão, é impossível ficar longe dele. Me faz bem competir com ou sem quimono, me mantém sempre na ativa e evoluindo, e tenho certeza que isso me ajuda no MMA também. Quero ser campeão e defender meu título pelo ACB JJ ao longo de 2018. O evento está crescendo cada vez mais, e é muito importante que tenhamos um card histórico como é o do ACB JJ 10 no Brasil. É importante mostrar para o mundo e para as novas gerações que é aqui a raiz de tudo, que o Jiu-Jitsu nasceu aqui, os melhores do mundo são daqui. O público brasileiro merece um megaevento de Jiu-Jitsu no país, e o ACB chegou com essa missão, de alavancar o esporte e alegrar os fãs”, encerrou Tanquinho.

CARD COMPLETO:

ACB Jiu-Jitsu 10
Clube Hebraica, em São Paulo (SP)
Sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Luiz Panza x João Gabriel Rocha
Augusto Tanquinho x Paulo Miyao
Marcus Almeida x Mahamed Aly
Leandro Lo x Otávio Sousa
Marcio André x Lucas Lepri
Erberth Santos x Adam Wardzinski
Cláudio Calasans x Patrick Gaudio
Romulo Barral x Arnaldo Maidana
Yuri Simões x Abdurakhman Bilarov
Braulio Estima x Rudson Mateus
Mikey Musumeci x Rafael Barata
Gabriel Lucas x Ricardo Evangelista
Marcelo Mafra x Luan Carvalho
Rodrigo Cavaca x Igor Silva
Thiago Sá x Josh Hinger
Osvaldo Moizinho x Nicollas Welker
Lucas Rocha x Rodrigo Caporal

Publicidade

Notícias relacionadas

1 COMENTÁRIO

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade