Quais as chances de Paulo Borrachinha contra Marvin Vettori no UFC Vegas 41? Saiba mais

Publicidade

Depois de um ano sem lutar, Paulo Costa, o “Borrachinha”, entrará no octógono do Ultimate para um esperado confronto contra o italiano Marvin Vettori, no dia 23 de outubro, pelo UFC Vegas 41. É normal ficar apreensivo com o atleta de Contagem (MG), afinal, desde a sua derrota para o dono do cinturão dos médios, Israel Adesanya, em setembro do ano passado, muita coisa aconteceu.

Borrachinha era esperado para entrar em ação em duas lutas, mas ambas não se concretizaram, com o brasileiro revelando uma discordância pública com o UFC na questão financeira. A declaração do próprio lutador de que teria bebido demais na noite anterior à disputa de título para tentar dormir e não se recuperou antes do combate também levantou algumas sobrancelhas.

O italiano não aliviou esse episódio e em entrevista ao time da Betway chamou o brasileiro de superestimado e bêbado. Na entrevista, o atleta europeu disse que irá nocautear Borrachinha no segundo ou terceiro round.

Toda essa confiança é válida? Calma lá

É difícil ver um favorito. Com Israel Adesanya sendo a referência na categoria é normal que as lutas contra ele se tornem um bom parâmetro. Vettori já encarou duas vezes o nigeriano, perdendo ambas por decisão, a primeira dividida e a segunda unânime. Nessa segunda luta, que aconteceu em junho de 2021, nos Estados Unidos, a diferença entre os dois foi maior, com Adesanya evitando a luta de chão – ponto que o italiano sempre insiste, se impondo com golpes certeiros.

O mesmo aconteceu na luta com Borrachinha, que terminou com nocaute no segundo round depois do brasileiro ter provocado bastante o rival por meses. Ou seja, a vingança foi um prato que se comeu frio.

Borrachinha sem dúvidas é um lutador de potência, com quatro de suas cinco vitórias no UFC sendo por nocaute com socos. A outra, contra o cubano Yoel Romero, foi por decisão unânime no UFC 241, em 2019.

Já Vettori não é tão agressivo, com cinco de suas sete vitórias no Ultimate sendo por decisão e as outras duas com finalização. Especialista no Jiu-Jitsu, Vettori bateu o recorde de mais quedas aplicadas nos médios com 11 na luta contra Kevin Holland, quando venceu por decisão unânime e ganhou o direito de encarar Adesanya dois meses e dois dias depois.

Os dois estão se provocando há bastante tempo e a luta, pelo peso-médio, é aguardada por muitos fãs.

Borrachinha pode entrar nos trilhos

O brasileiro continua sendo um personagem nas redes sociais, não poupando vídeos de sua preparação e provocações aos adversários. Inclusive na assinatura do contrato para o combate contra o italiano, ele tinha uma garrafa de uísque aberta na sua frente. Antes já tinha dito que sóbrio estava invicto no UFC.

Independente se fala muito ou não, Paulo Borrachinha tem um cartel de 13 vitórias e apenas uma derrota no MMA profissional, e aos 30 anos de idade, deve estar no auge de sua forma física e sua força.

Agora, essa agressividade pode se voltar contra ele enquanto Marvin Vettori faz o seu jogo e tenta levar a luta para o chão? É possível. É uma luta com muitas opções, o que a torna ainda mais interessante.

Ele ainda tem o respeito do UFC, já que está lá em cima do ranking, atrás do campeão e de Robert Whittaker. O neozelandês também já foi derrotado por Adesanya, mas desde que perdeu a luta pelo cinturão, venceu três vezes e pode ganhar mais uma chance de, dessa vez, ter o cinturão de forma permanente e não interina.

A verdade é que o Ultimate está doido para encontrar rivais para sua estrela nigeriana e inclusive subiu Israel Adesanya de categoria para uma luta pelo cinturão do meio-pesado, mas sem sucesso: ele acabou perdendo por decisão unânime dos jurados para o polonês Jan Blachowicz, que segue sendo o dono do título.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade