Qual principal erro de Ngannou contra Joshua? Treinador responde: ‘Teve tempo pra evoluir’

Renomado treinador Luiz Dórea declarou que Francis Ngannou errou ao lutar de maneira mais "fixa" contra Anthony Joshua

Qual principal erro de Ngannou contra Joshua? Treinador responde: ‘Teve tempo pra evoluir’

Anthony Joshua não deu qualquer brecha para Ngannou em superluta que aconteceu no Boxe (Foto: Reprodução)

Depois de quase “chocar o mundo” em sua estreia no Boxe, a segunda experiência de Francis Ngannou na nobre arte não terminou da maneira que o camaronês esperava.

O ex-campeão peso-pesado do UFC, que em seu debute foi superado pelo então campeão mundial peso-pesado Tyson Fury por decisão dividida – onde chegou até mesmo a conseguir dar um knockdown no inglês -, sucumbiu à velocidade e força de Anthony Joshua e foi nocauteado em sua experiência mais recente no pugilismo, que aconteceu em março deste ano.

O renomado treinador brasileiro Luiz Dórea, que afiou o Boxe de nomes como Acelino Popó Freitas, Anderson Silva, Junior Cigano e dos irmãos Nogueira (Minotauro e Minotouro), analisou a derrota de Ngannou para Joshua em participação no podcast “TouroCast”, e declarou que o camaronês errou ao lutar de maneira mais “fixa” contra o um adversário rápido e de maior experiência na modalidade.

“O Francis é muito forte. Ele pegou um cara que boxeia muito e sabe boxear na distância. Não é aquele cara que joga e puxa o corpo de volta. Ngannou jogou até como canhoto. Como é que pode boxear fixo no chão como canhoto? Ele não tem essa habilidade toda de boxear como canhoto. Ele tomou a primeira mão e depois continuou parado, então o Joshua conseguiu fazer a distância, e entrar e sair da distância… Ficou confortável”, declarou Dórea, que prosseguiu:

“O Francis lutou bem contra o Tyson Fury, embora talvez ele não estivesse tão bem preparado, porque o Ngannou é muito forte. Eu não vi evolução, ele se acomodou ali (com o bom desempenho contra Fury). Tudo bem que o Joshua tem um Boxe olímpico, num estilo vai e vem, mas senti ele (Ngannou) muito fixo e ainda foi mudar de base sem ter recurso técnico contra um cara que é muito talentoso. Ele teve tempo pra evoluir depois da luta contra o Tyson. Mudar de base facilitou o jogo do Joshua… Ele levou os diretos no contragolpe, um pegou em cima do jab e outro finalizou com uma direita só”, finalizou o treinador.

Aos 37 anos, Francis Ngannou não luta MMA desde 2022, quando deixou o UFC como campeão dos pesos-pesados. Nesse período, o camaronês fez duas lutas no Boxe e foi derrotado em ambas, contra Tyson Fury em 2023, na decisão dividida, e em março deste ano, para Anthony Joshua, como citado. “The Predator” deve retornar ao MMA ainda em 2024, em duelo contra o brasileiro Renan Problema, que foi o campeão da temporada 2023 da divisão dos pesados na PFL.

Para conferir mais notícias sobre Francis Ngannou, clique aqui