R1 Fighting Series 2 coloca promessas do MMA brasileiro no radar do LFA; confira

R1 Fighting Series 2 coloca promessas do MMA brasileiro no radar do LFA; confira

Na luta principal da segunda edição do R1 Fighting Series, Ícaro Brito levou a melhor sobre o até então invicto Inglesson de Lara por decisão unânime dos jurados, em evento de MMA realizado no último domingo (28), no município paulista de Caraguatatuba.

Dois jurados deram 30 a 27 para Ícaro Brito, comprovando sua superioridade nos três rounds. Com este resultado, ele agora ostenta um cartel de seis vitórias e apenas um revés. A maioria de seus triunfos foi por nocaute.

Com um ground and pound furioso, Geovanis Palacios derrotou André Soares no final do primeiro round, enquanto André “Mascote” acertou um cruzado impiedoso de direita para mandar Alexandre Rodrigues para a lona aos 56 segundos de luta.

Já no card de MMA amador, os destaques foram Eduardo Dutra, Pedro Bugatti e Ketelyn Santos, que triunfaram por decisão unânime, e Leslie Jesus, responsável pelo único nocaute técnico, aos 58 segundos.

Os vitoriosos do R1 Fighting Series automaticamente entram no radar do LFA. As fotos e os vídeos dos melhores momentos desta segunda edição estão disponíveis na conta oficial do evento no Instagram (@r1fightingseries).

RESULTADOS:

R1 Fighting Series 2
CIDE Casa Branca, em Caraguatatuba-SP
Domingo, 28 de maio de 2023

Card profissional
Ícaro Brito venceu Inglesson de Lara por decisão unânime (30 x 27, 30 x 27 e 29 x 28)
Geovanis Palacios venceu André Soares por nocaute técnico aos 4min42s do R1
André Lima “Mascote” venceu Alexandre Rodrigues por nocaute aos 56s do R1
Daniela Antonelli venceu Waleska Sousa por decisão unânime (triplo 29 x 28)
Willians Nogueira finalizou Werick Douglas com um armlock a 1min12s do R3
Thayla Martinelli venceu Adrielle Castro por decisão unânime (triplo 30 x 27)

Card amador
Eduardo Dutra venceu Gustavo Ribeiro por decisão unânime (30 x 27, 30 x 27 e 29 x 28)
Pedro Bugatti venceu Guilherme Moraes por decisão unânime (triplo 29 x 28)
Ketelyn Santos venceu Janiele Silva por decisão unânime (triplo 30 x 27)
Leslie Jesus venceu Lucas Rossner por nocaute técnico aos 58s do R1

Saiba mais sobre o R1 Fighting Series, aqui