Renan Barão tem disputa de título cancelada após adversário desistir no ‘último instante’; entenda

Ex-campeão peso-galo do UFC, Renan Barão lutaria pelo cinturão peso-pena do evento Premier FC, mas teve combate cancelado após seu adversário desistir

Publicidade

Atualmente com 34 anos, Renan Barão faria seu retorno ao MMA – onde não luta desde 2019 – na última sexta-feira (19), onde enfrentaria o americano Tyson Duckworth em disputa de cinturão peso-pena do evento “Premier Fighting Championship”. No entanto, o confronto precisou ser cancelado após o adversário do ex-campeão peso-galo do UFC confirmar que estava saindo da luta “devido a várias circunstâncias”.

Logo depois, de acordo com o site MMA Fighting, o CEO da organização norte-americana, Karyn Wesch, explicou o motivo da luta ter sido cancelada de última hora.

“A luta precisou ser cancelada porque (Tyson Duckworth) simplesmente não entrou no avião. A esposa dele mandou uma mensagem para o meu assistente faltando seis horas para ele se apresentar junto com os outros atletas, dizendo que o treinador dele não estava se sentindo bem, e que por isso ele não lutaria”, explicou Wesch, acrescentando logo em seguida que Barão compareceria ao evento e receberia o dinheiro de sua bolsa, mesmo com o duelo não acontecendo.

Com um cartel de 34 vitórias e nove derrotas no MMA profissional, Renan Barão ficou marcado pela sua trajetória no UFC, onde chegou em 2011 e não demorou a fazer sucesso na organização, sendo campeão peso-galo e conquistando vitórias sobre nomes como Urijah Faber (em duas oportunidades), Brad Pickett, Scott Jorgensen, Michael McDonald, entre outros.

No entanto, desde que foi derrotado por TJ Dillashaw duas vezes – em 2014 e 2015, o brasileiro entrou em uma fase difícil no Ultimate. Barão não conseguiu mais emplacar uma boa sequência na organização e, em 2019, foi dispensado pela franquia americana após amargar uma série de cinco derrotas consecutivas, a última delas para Douglas D’Silva na decisão unânime dos jurados.

Fora do UFC, Renan Barão ainda chegou a assinar com o evento nacional Taura MMA, mas não chegou a lutar pela organização. Depois disso, o potiguar ainda chegou a ser anunciado pelo evento alemão “Elite MMA Championship”, mas também não lutou pela franquia.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade