Representantes da ZR Team exaltam trabalho da ISBJJA e plano para criação do Circuito Ibérico de Jiu-Jitsu

Próximo campeonato da ISBJJA será o Coimbra International Cup, que está marcado para o dia 11 de maio; saiba

Representantes da ZR Team exaltam trabalho da ISBJJA e plano para criação do Circuito Ibérico de Jiu-Jitsu

ZR Team Póvoa de Varzim apoia trabalho da ISBJJA em Portugal (Foto reprodução)

Em outubro do ano passado, a ISBJJA – em parceria com a CBJJD – realizou seu primeiro evento em Portugal, mais precisamente em Coimbra, que recebeu a 1ª edição do Europeu de Jiu-Jitsu da Federação internacional em meio a um grande sucesso.

Desde então, o trabalho em terras portuguesas só cresceu, e para este ano, a ISBJJA já possui três eventos programados, sendo o primeiro deles o Coimbra International Cup, que está marcado para o dia 11 de maio e tem inscrições abertas até 3/05 no site www.isbjj.com – dúvidas através do Whatsapp +34 605 581 335.

Os planos, porém, não param por aí, e com o apoio de grandes equipes, entre elas a ZR Team, a Federação espera expandir seus campeonatos para outros países começando pela Espanha, com o Circuito Ibérico de Jiu-Jitsu.

Líder da ZR Team em Cascais, o faixa-preta Alan Azevedo vive há oito anos em Portugal, e hoje estabilizado com sua própria academia, a Level Up Fight Fitness, comentou sobre a importância de ter um Circuito relevante de Jiu-Jitsu na Europa.

“A chegada do Circuito Ibérico seria fundamental para o crescimento dos atletas e das equipes. É uma oportunidade de enfrentar atletas diferentes, de outras regiões, e isso tudo agrega muito. Vamos fazer o possível para que essa conexão da ISBJJA com o público português se torne efetiva, porque é o que falta aqui. Uma federação que esteja disposta a olhar pelo lado dos atletas, trazer bons campeonatos e valorização. Eu fui co-organizador dos últimos dois eventos da AJP Tour em Cascais e tivemos um saldo super positivo, então a expectativa é alta para trazer uma etapa da ISBJJA pra cá”, opinou Alan, que também é organizador de eventos, antes de completar:

“Desde o Europeu do ano passado eu venho acompanhando o trabalho da Federação aqui em Portugal, muito bem organizada, com campeonatos de alto nível e valorizando os atletas. A visibilidade deles tem sido bem positiva até agora, as pessoas falando bem, então creio que eles têm tudo para crescer e se estabelecer, ainda mais com o Circuito Ibérico englobando Portugal e Espanha, isso vai mexer bastante com o cenário do Jiu-Jitsu aqui”.

Sobra o projeto de expansão da ZR Team, que saiu de Recife-PE – onde foi fundada por Zé Radiola – para dominar o mundo, Alan resumiu: “Somos uma equipe gigante. Apesar de nova, está espalhada pelo mundo inteiro. Aqui em Portugal, por exemplo, está sempre nas cabeças dos torneios, com filiais do Norte ao Sul. Somente na minha filial são em média 100 atletas, desde crianças até masters, e queremos seguir crescendo”, finalizou.

Faixa-preta Alan Azevedo realiza um grande trabalho em na ZR Team Cascais (Foto reprodução)

Faixa-preta Alan Azevedo realiza um grande trabalho na ZR Team Cascais (Foto reprodução)

ZR Team Póvoa de Varzim

Mais ao Norte de Portugal, a ZR Team Póvoa de Varzim, liderada pelo faixa-preta Francisco Cavalcante, também segue se desenvolvendo e de olho no trabalho da ISBJJA. Há 20 anos no país – ele chegou como professor de Capoeira -, o brasileiro analisou o cenário local da arte suave e a chegada da Federação liderada pelo presidente Rogério Gavazza.

“O Jiu-Jitsu aqui no Norte está indo muito bem, com novas equipes e algumas com um trabalho bem respeitável. Quando eu cheguei aqui só existiam por volta de cinco equipes, mas hoje devem ser umas 20. E a gente vem acompanhando esse crescimento com a ZR Team. Estamos entre as principais equipes do Norte de Portugal e com uma grande representatividade no país todo”, comentou Francisco, que continuou:

“É com entusiasmo que acompanhamos a chegada da ISBJJA, uma federação que já organizou um evento de muita qualidade em terras portuguesas, o Europeu 2023, que não deixou nada a desejar em termos de estrutura e organização para outras competições. Tem nosso total apoio. (…) Eu sou do tempo que só havia três campeonatos de Jiu-Jitsu por ano em Portugal, o que é pouquíssimo para cativar os atletas, mas hoje em dia o cenário mudou e, com o Circuito Ibérico, vai fortalecer ainda mais o Jiu-Jitsu na região, replicando o sucesso da CBJJD/ISBJJA no Brasil”.

Por fim, Francisco avaliou o trabalho da ZR Team Póvoa de Varzim recentemente: “Nós fomos uma das equipes pioneiras na cidade, nos desenvolvemos e ajudamos na consolidação do Jiu-Jitsu ao Norte da cidade do Porto. Começamos o trabalho em 2012, hoje a nossa matriz é em Póvoa de Varzim, mas já estamos em mais três cidades com cinco núcleos funcionando à todo vapor, ensinando um Jiu-Jitsu de qualidade e formando campeões”.

Saiba mais sobre o trabalho da ISBJJA, aqui