Rio Grappling Championship define integrantes da seleção brasileira de Luta Livre Esportiva

Presidente da CBLLE, Bosco Lima celebrou o sucesso do Rio Grappling Championship; saiba mais

Rio Grappling Championship define integrantes da seleção brasileira de Luta Livre Esportiva

Campeões do Rio Grappling Championship 2024 reunidos (Foto Marcelo de Jesus / @mdjfotografia)

No último domingo (25), o Club Municipal, na Tijuca-RJ, sediou o Rio Grappling Championship, que abriu a temporada 2024 da CBLLE (Confederação Brasileira de Luta Livre Esportiva). Reunindo centenas de atletas e grandes equipes, o evento contou com lutas de alto nível e serviu para selecionar os representantes da seleção brasileira da modalidade.

Entre as equipes, a campeã do infantil, juvenil e feminino foi a BST – Boa Safra Team, com Angra Top Team na segunda posição e WST Fight School em terceiro. Bronx Wrestler Team e Cadosteam completaram o Top 5. Já no adulto, o título ficou com a Angra Top Team, seguida por Bronx Wrestler Team, RFT Brasil, FT BJJ e Cadosteam, respectivamente.

Presidente da CBLLE, Bosco Lima celebrou o sucesso do Rio Grappling Championship, que além do recorde de atletas inscritos, contou com outras novidades de olho no resto do ano.

“Foi um evento diferente de todos os outros que já fizemos. Além de ser mais grandioso em termos de áreas de luta e premiação, serviu também como seletiva para a formação da seleção brasileira de Luta Livre Esportiva. Tivemos casca-grossa de tudo o que é lugar, com mais de dez estados do Brasil representados”, disse Bosco, que completou:

“Um campeonato sensacional! Sinto cada vez mais o apoio dos atletas e professores à CBLLE – que atua junto da International Federation de Luta Livre Esportiva – em prol do crescimento da modalidade. Gostaria, ainda, de agradecer o nosso principal patrocinador, Marcelo Manhães | Assessoria Previdenciária, por tudo que ele e sua equipe têm feito pelo esporte”.

Bosco Lima participou de um duelo de inclusão social (Foto Marcelo de Jesus / @mdjfotografia)

Bosco Lima participou de um duelo de inclusão social (Foto Marcelo de Jesus / @mdjfotografia)

Ao todo, foram escolhidos 30 integrantes para a seleção, sendo 12 faixas-preta no adulto masculino (2 de cada categoria), 6 no master masculino, 6 no juvenil masculino e 6 no juvenil feminino.

Diretor da CBLLE e grande figura da Luta Livre Esportiva, Marcelo Mendes encerrou falando sobre a importância da seleção formada no Rio Grappling Championship: “Foi a nossa primeira convocação e o objetivo ao juntar esses atletas é poder atender aos diversos convites internacionais que estamos recebendo, colocar nosso esporte em evidência. O primeiro evento será a seletiva de São Paulo para o AIGA, do Cazaquistão, um dos principais do mundo. Além disso, queremos preparar a nova geração para o futuro”.

Saiba mais sobre o Rio Grappling Championship e Luta Livre Esportiva, aqui