Ross Nicholls e Matheus Diniz brilham no GrappleFest 3; Opens da IBJJF agitam Paris e Salvador

Publicidade

Mais um fim de semana de Jiu-Jitsu de alto nível pelo mundo. Em Liverpool, na Inglaterra, aconteceu o GrappleFest 3 – evento de submission. Por lá, Ross Nicholls mostrou um jogo ofensivo e levou a melhor sobre o já conhecido Gianni Grippo na decisão unânime dos árbitros. O lutador da RGA, de quebra, ainda levou o cinturão até 80kg da organização.

O brasileiro Matheus Diniz, que vem se destacando no cenário internacional, também impôs o seu jogo e venceu, batendo Daniel Strauss na decisão unânime. O faixa-preta de Marcelinho Garcia até chegou próximo de finalizar o britânico com um estrangulamento.

Salvador vira terra do Jiu-Jitsu

Nos dias 24 e 25, a Bahia sediou o Salvador Open – Gi e No-Gi – da IBJJF. Nas disputas com quimono, Andrey Adam foi o campeão nos plumas. Já nos penas, o ouro foi para Antônio Felix, enquanto nos leves Anselmo Gomes subiu no lugar mais alto do pódio. Nos médios e meio-pesados, André Santos e Diego Ramalho foram os vencedores. A divisão dos pesados teve Gerard Labinski como rei, e Jaílton Jesus e Manoel Musetto levaram as categorias dos super-pesados e pesadíssimos, respectivamente. O disputado absoluto foi para a fera Pedro Melo. O evento não teve disputas no feminino adulto faixa-preta.

Confira todos os campeões do Salvador Open com quimono, aqui
Confira todos os campeões do Salvador Open sem quimono, aqui

Nas competições sem quimono, o destaque foi para o casca-grossa William Martins, que levou o ouro duplo. O lutador da ZR Team Association conquistou a divisão dos meio-pesados contra André Santos e o absoluto diante de Diego Ramalho. Assim como as competições com o pano, as No-Gi também não tiveram lutadoras inscritas na faixa-preta.

Paris recebe Open da IBJJF

Na capital francesa, o experiente Samir Chantre foi campeão na divisão dos penas do Paris Open da IBJJF. O lutador também levou o ouro nas disputas No-Gi, porém não teve nenhum adversário em sua chave. Ainda nas competições com quimono, José Cardoso levou o ouro no absoluto. Na faixa-preta entre as mulheres Gi, Samantha Cook garantiu peso e absoluto. E sem o quimono, Eldar Rafigaey conquistou o ouro duplo no masculino.

Confira todos os campeões do Paris Open com quimono, aqui
Confira todos os campeões do Paris Open sem quimono, 
aqui

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img