Segurança de diplomatas na Inglaterra, brasileiro impulsiona talentos e quer a própria academia

Publicidade

Faixa-preta de Jiu-Jitsu, Leonardo Queiroz se mudou há alguns anos para a Inglaterra em busca de novas oportunidades e precisou de uma outra atividade para conseguir o sustento da família. Foi então que o casca-grossa ingressou no ramo de segurança, onde é bem-sucedido e trabalha com estrelas do cinema, diplomatas, empresários e uma família irlandesa muito rica que vive em Londres, na capital inglesa. O brasileiro contou como a arte suave o ajuda na sua profissão.

“As artes marciais me deram a sabedoria, a calma e autoconfiança para lidar com muitas situações, ainda mais neste ramo de segurança. Digo em relação à parte prática e teórica. Já conheci algumas pessoas em competições, que me viram na área da segurança e me indicaram para alguns trabalhos, principalmente em competições da UAEJJF, que sou árbitro e já lutei”.

Como fazer para conciliar o trabalho, a família e a prática esportiva? Atualmente, Leo puxa alguns treinos na academia do seu aluno Daz Force Jones, a Force Submission. O faixa-preta comentou sobre o desafio: “É difícil, algumas vezes já permaneci mais de 15 horas acordado e ainda tive que arrumar um jeito de mexer com o esporte. Muitas vezes, só cochilei, ou nem dormi para ir dar um treino. Eu tenho que treinar na Fight Zone London com o professor e amigo Marco Canha, que é aluno do Ricardo Vieira, e depois arrumar um jeito de ir ajudar o Daz. No momento, estou indo toda semana no Daz dar aulas e ajudar em algo, aos poucos irei mais. Em breve encontrarei um lugar para abrir a minha academia, estou procurando, e assim que tiver, irei diminuir as minhas horas como segurança e transferirei para o esporte, onde amo tanto”, projetou Leonardo.

Esse suporte que tem dado na Force Submission tem refletido em bons resultados, com algumas jovens promessas do MMA. Leo é responsável por afiar o chão dos atletas do time e vem impulsionando talentos em eventos pela Europa. A nova aposta é no jovem Ollie Sarwa.

“Rapaz, o Ollie fez a primeira luta de MMA aos 15 anos, começou a treinar com 10 e agora com apenas 21 anos fez a última luta de MMA amador, ganhando o cinturão no evento de amador do Cage Warriors em outubro. Eu dei a faixa-marrom de Jiu-Jitsu para ele”, concluiu o brasileiro.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade