‘Sósia 171’ usava nome de Carlson para tirar vantagens em restaurantes e até pegou dinheiro emprestado; Gracie disse: ‘Sou mais bonito’

Publicidade

Na década de 1950, Carlson Gracie era uma das principais personalidades do Rio de Janeiro. Um homem, que lembrava o lendário mestre, começou a se passar pelo então lutador em diversos estabelecimentos na Cidade Maravilhosa, como bares e restaurantes. A história foi retirada do Almanaque Combate/TATAME.

Jorge, nome verdadeiro do estelionatário, tirava uma série de vantagens, como comer e beber de graça, além de entrar em eventos particulares. Ele até chegou a pedir dinheiro emprestado usando o nome de Carlson. Ao lado de João Alberto Barreto, que é outro ícone do Jiu-Jitsu, o Gracie foi atrás do sósia para desmascará-lo.

Ao encontrá-lo em uma boate, em Copacabana, Carlson disse a seguinte frase: “Ele é até parecido comigo, mas eu sou mais bonito”. Jorge precisou ser encaminhado à delegacia para prestar esclarecimentos.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img