TATAME PLAY: Gurgel analisa BJJ Stars 6 e cita polêmica em luta Lucas Hulk x Diniz

Publicidade

Evento de Jiu-Jitsu cada vez mais tradicional no Brasil, o BJJ Stars realizou sua sexta edição no último sábado (26), em São Paulo, com um card recheado de bons combates. Ao todo, foram 12 lutas, incluindo a disputa de cinturão peso-pesado entre o campeão Felipe Preguiça e Patrick Gaudio – vencida pelo faixa-preta da Gracie Barra BH -, as finais masculina e feminina do “The New Star”, além de duelos com e sem quimono.

Junto aos craques em ação, outras referências da arte suave marcaram presença no evento, entre elas o faixa-coral Fábio Gurgel, o “General” da Alliance. Em seu canal no YouTube, Gurgel postou uma resenha pós-BJJ Stars, analisando os destaques da edição, além de elogiar a estrutura montada pela organização.

“A organização do BJJ Stars está de parabéns. O evento tem só melhorado a cada edição. Fui acompanhar os meus atletas e tive a oportunidade de ver a estrutura montada, de altíssimo nível, um tatame enorme, tudo com muito cuidado, o espaço de aquecimento. Do hotel até a pesagem e o evento, foi tudo perfeito”.

O faixa-coral ainda fez comentários a respeito de cada um dos duelos, citando algumas discordâncias da arbitragem, exaltou a participação da Alliance/Dream Art, que venceu cinco de seis lutas, e o show no geral.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade