Mundial de Jiu-Jitsu da IBJJF tem Preguiça e Gabi Pessanha campeões no absoluto

Encerrado neste domingo (12), na Califórnia (EUA), Mundial de Jiu-Jitsu da IBJJF tem Felipe Preguiça e Gabi Pessanha campeões no absoluto

Publicidade

A noite de domingo (12) foi animada e repleta de acontecimentos nos tatames da Anaheim Convention Center, na Califórnia, nos Estados Unidos, com as aguardadas finais do Mundial de Jiu-Jitsu da IBJJF na temporada de 2021, competição que teve seu encerramento nesta noite. Grandes estrelas em ação, promessas que chegaram às finais e muitas histórias foram contadas em mais uma edição que ficou marcada para a história do Jiu-Jitsu.

No absoluto masculino do Mundial de Jiu-Jitsu da IBJJF, o título ficou com Felipe Preguiça, que conquistou seu primeiro ouro mundial no peso aberto. O atleta da Gracie Barra não precisou sequer entrar no tatame para disputar a final. Isso porque seu adversário, Nicholas Meregali, foi desclassificado da final do absoluto e do seu peso (peso pesadíssimo) após mostrar o dedo do meio para a torcida presente no ginásio. No fim, com o título do absoluto, Preguiça deixou sua faixa-preta no tatame, o que sinaliza sua aposentadoria dos Mundiais.

Já entre as mulheres, a jovem Gabi Pessanha reinou. Em dois duelos contra a também casca-grossa Yara Soares, a pupila de Márcio de Deus venceu a adversária em duas oportunidades, na categoria super-pesado e também no absoluto, e se sagrou ouro duplo no Mundial de Jiu-Jitsu deste ano, um feito incrível para sua carreira, que ainda está no início e terá muitos capítulos pela frente.

Além de Felipe Preguiça e Gabi Pessanha campeões nos absolutos masculino e feminino na faixa-preta, respectivamente, o Mundial de Jiu-Jitsu 2021 da IBJJF consagrou também os campeões masculinos e femininos nas divisões de peso, com destaque para nomes que já estão consagrados na arte suave e também para atletas que estão surgindo com cada vez mais destaque no cenário mundial do esporte. Confira abaixo um resumo das finais!

* Confira todos os nomes inscritos no Mundial de Jiu-Jitsu, aqui

> FINAIS MASCULINO FAIXA-PRETA

Musumeci volta a vencer Malfacine e fatura tetracampeonato

Nos primeiros momentos da luta, Bruno Malfacine abriu duas vantagens, mas Michael Musumeci reagiu e, na base do berimbolo, marcou dois pontos a seu favor. A seis minutos do fim, Musumeci reforçou sua posição de superioridade, grudou nas costas do multicampeão e abriu mais quatro pontos, reforçando sua forte pegada. Em um último esforço, Malfacine tentou reveter a posição de desvantagem, mas não teve sucesso, e com isso, Michael Musumeci conseguiu a vitória por 6 a 0 e se tornou tetracampeão mundial.

Diego Pato finaliza e garante o título

Diego Pato teve uma atuação brilhante na final da divisão peso-pluma. Diante de Malachi Edmond, o casca-grossa abriu a luta conquistando dois pontos, ampliou sua pressão, chegou a abrir 11 a 0 sobre seu adversário e sacramentou sua vitória a seis minutos do fim, após aplicar um belo katagatame.

Fabrício Andrey finaliza e fatura primeiro ouro mundial

Em seu ano de estreia na faixa-preta, Fabrício Andrey não quis saber de estudo diante do seu adversário e precisou de pouco mais de um minuto para encaixar um justo triângulo e finalizar Shane Jamil-Taylor, sacramentando a conquista mais importante da sua carreira até o momento.

Tainan Dalpra supera batalha contra Isaque Bahiense

Em uma das finais mais equilibradas do Mundial deste ano, Isaque Bahiense abriu a luta em alto ritmo, mas Tainan Dalpra foi construindo sua vantagem, enquanto Bahiense foi correndo atrás do prejuízo. No fim, Tainan foi declarado vencedor por 8 a 6 nos pontos e se tornou o primeiro campeão mundial faixa-preta da equipe AOJ.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por IBJJF (@ibjjf)

Kaynan Duarte vence Luan por finalização

Logo nos primeiros segundos de confronto, Kaynan Duarte puxou para sua guarda e conseguiu uma boa raspagem sobre Luan Azevedo. Na sequência, Kaynan manteve seu ímpeto e conseguiu a finalização em pouco mais de dois minutos de duelo após aplicar um estrangulamento pelas costas. Depois de ter sido destituído do título em 2019, Kaynan Duarte conquista oficialmente seu primeiro Mundial como faixa-preta.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por IBJJF (@ibjjf)

Erich Munis leva a melhor sobre Fellipe Andrew

Mais um confronto bem equilibrado e intenso. Demonstrando agressividade e velocidade em seu jogo, Erich Munis ficou à frente sobre Fellipe Andrew nas vantagens, enquanto nos pontos, o placar ficou empatado em 4 a 4. No entanto, Munis manteve-se à frente no placar justamente nas vantagens, o que foi necessário para sair vitorioso e conseguir seu primeiro ouro no Mundial da IBJJF como faixa-preta.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por IBJJF (@ibjjf)

Victor Hugo derrota Gimenis e é campeão

Substituindo Nicholas Meregali, que foi desclassificado, Victor Hugo aproveitou a oportunidade e teve uma grande atuação diante de Max Gimenis. Superior desde o início, Victor se afastou da guarda do seu adversário e partiu para cima de Max, aplicando inicialmente uma leglock e, na sequência, conseguindo a variação para a chave de pé, forçando os três tapinhas do seu adversário. Com isso, Victor Hugo é mais um a conquistar o primeiro título mundial na faixa-preta.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por IBJJF (@ibjjf)

> FINAIS FEMININO FAIXA-PRETA

Mayssa Bastos finaliza e conquista o bi

Na final peso-galo entre as mulheres, Mayssa Bastos e Jessica Caroline começaram uma luta bastante estudada, mas aos poucos a lutadora da GFTeam foi impondo o ritmo e controlando a luta. Já no desenvolver do confronto, Mayssa finalizou com um estrangulamento pelas costas e conquistou o bicampeonato mundial na faixa-preta adulto.

Ana Rodrigues supera Musumeci e fatura primeiro ouro mundial

Ana Rodrigues, de início, puxou a guarda com sucesso e fechou a guarda sobre Tammi Musumeci. A partir disso, a luta foi para o 50/50, e Ana usou para conseguir a raspagem, mas logo depois, Musumeci também marcou a seu favor. Na sequência, Rodrigues retomou o controle das ações e se livrou do ímpeto da adversária, aplicando mais uma raspagem logo em seguida. Com isso, Ana Rodrigues faturou o ouro e faturou o Grand Slam na faixa-preta, com títulos no Europeu, Brasileiro, World Pro e Mundial.

McComb derrota Bia Basílio e é campeã

O confronto, logo de início, ficou baseado em pé. A primeira ação mais efetiva foi tomada por Gabrielle McComb, que conseguiu a queda sobre Bia Basílio no single leg, ficando por cima da sua adversária. Fazendo muito esforço, Basília tentou sair da posição através de uma raspagem, mas não teve sucesso e voltou a puxar para sua guarda. Na reta final, o confronto voltou a ficar em pé e, em uma última tentativa, Bia Basílio tentou um armlock voador, mas não conseguiu concluir a posição. Depois disso, McComb sustentou sua vantagem e garantiu seu primeiro título no Mundial de Jiu-Jitsu na faixa-preta.

Bia Mesquita conquista mais um título mundial

Bia Mesquita e Luiza Monteiro promoveram aos fãs de Jiu-Jitsu uma batalha intensa e de muita técnica. Bia foi a primeira a tomar a iniciativa no combate e não demorou para abrir 2 a 0 no placar. Luiza tentou contra-atacar e chegou a pedir por uma raspagem no final, mas a arbitragem interpretou como vantagem já na reta final da luta. Com isso, Bia Mesquita saiu vencedora e faturou mais um título mundial, o décimo da sua carreira, se estabelecendo cada vez mais como uma das maiores atletas do Jiu-Jitsu feminino na história.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por IBJJF (@ibjjf)

Andressa Cintra fatura bicampeonato mundial

Logo de início, Andressa Cintra mostrou sua ofensividade e tentou aplicar uma chave de pé, mas Thamara Ferreira contra-atacou e forçou a oponente a desistir da finalização. Logo na sequência, Thamara conseguiu a raspagem, mas Andressa devolveu na mesma moeda. Logo em seguida, Thamara Ferreira sofreu dois pontos após deixar a área de luta e, com isso, Andressa Cintra ficou em vantagem no placar. Dessa forma, Andressa saiu vitoriosa e conquistou seu bicampeonato mundial na faixa-preta.

Ana Carolina Vieira vence Clay e é tetracampeã

Ana Carolina Vieira, como já é do seu estilo de jogo, mostrou boa ofensividade e, além disso, foi capaz de controlar qualquer ímpeto de Eisabeth Clay. No fim, o confronto terminou em 0 a 0, mas Ana conseguiu o triunfo na decisão dos árbitros e se tornou tetracampeã mundial na faixa-preta, um feito impressionante no Jiu-Jitsu feminino.

Melissa Stricker conquista seu primeiro ouro mundial

A categoria peso-pesado tem uma nova campeã mundial. Enfrentando Izadora Cristina, Melissa Stricker mostrou-se superior desde o início e, acelerando o ritmo, abriu duas vantagens e uma raspagem a seu favor. Para completar sua ótima atuação, Melissa ainda conseguiu o estrangulamento pelas costas e faturou sua primeira medalha de ouro mundial na faixa-preta.

Gabi Pessanha leva ouro sobre Yara Soares

No primeiro encontro previsto para as finais do Mundial de Jiu-Jitsu, Gabi Pessanha levou a melhor contra Yara Soares na final dos super-pesados. A lutadora da Infight raspou a atleta da Dream Art na guarda 50/50, se manteve por cima e administrou o resultado. As duas se encontram na decisão do absoluto logo mais.

Gabi Pessanha volta a vencer Yara e garante ouro duplo

Mais uma vez tendo Yara Soares pela frente, dessa vez na final do absoluto, Gabi Pessanha travou mais um duelo bem disptuado diante da adversária, mas no fim, fez valer sua ofensividade e saiu com o braço erguido após construir um placar de 8 a 4, assegurando seu ouro duplo no Mundial de Jiu-Jitsu da IBJJF.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por IBJJF (@ibjjf)

>> CONFIRA OS RESULTADOS DAS FINAIS DO MUNDIAL DE JIU-JITSU DA IBJJF

>> Faixa-preta / adulto / feminino

Peso-galo: Mayssa Bastos finalizou Jessica Caroline no estrangulamento pelas costas
Peso-pluma: Ana Rodrigues derrotou Tammi Musumeci por 4 a 2 nas raspagens
Peso-pena: Gabrielle McComb derrotou Bia Basílio por 2 a 0 (queda no single leg)
Peso-leve: Bia Mesquista derrotou Luiza Monteiro por 2 a 0 (raspagem)
Peso-médio: Andressa Cintra derrotou Thamara Ferreira por 3 a 2 nas vantagens
Peso-meio-pesado: Ana Carolina Vieira derrotou Elisabeth Clay por decisão dos árbitros
Peso-pesado: Melissa Stricker finalizou Izadora Cristina no estrangulamento pelas costas
Peso-super-pesado: Gabi Pessanha derrotou Yara Soares por 2 a 0 (raspagem)
Absoluto: Gabi Pessanha x Yara Soares

>> Faixa-preta / adulto / masculino

Peso-galo: Michael Musumeci derrotou Bruno Malfacine por 6 a 0 nos pontos
Peso-pluma: Diego Pato finalizou Malachi Edmond com um katagatame
Peso-pena: Fabrício Andrey finalizou Shane Jamil-Taylor com um triângulo
Peso-leve: Renato Canuto campeão após fechar com Matheus Gabriel
Peso-médio: Tainan Dalpra derrotou Isaque Bahiense por 8 a 6 nos pontos
Peso-meio-pesado: Gustavo Batista campeão após fechar com Lucas Hulk
Peso-pesado: Kaynan Duarte finalizou Luan Azevedo no estrangulamento pelas costas
Peso-super-pesado: Erich Munis derrotou Fellipe Andrew por 7 a 2 nas vantagens (4 a 4 nos pontos)
Pesadíssimo: Victor Hugo finalizou Max Gimenis com uma chave de pé
Absoluto: Felipe Preguiça campeão após Nicholas Meregali ser desclassificado

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade