Thunder Fight 28 tem empate no desafio Brasil x Bolívia e consagração de Marcéu Pasin na luta principal

Publicidade

No último domingo (11), o Thunder Fight Center foi sede de mais uma edição do evento, o Thunder Fight 28, que contou com nove lutas profissionais entre MMA e Kickboxing, com destaque para o desafio Brasil x Bolívia nas duas modalidades. A disputa de países teve quatro combates – dois de MMA e dois de Kickboxing – e, ao término do evento, ficou empatada em 2 a 2. Os bolivianos David Flores no Kickboxing e Diego Galvarro no MMA venceram Gustavo da Silva e Willian Fernandes, respectivamente. Já pelo lado verde e amarelo, Maikel da Silva no Kickboxing e Douglas Santos no MMA derrotaram Renzo Martinez e Yordi Ayala.

Marcéu Pasin vence sua segunda luta consecutiva

Na luta principal do Thunder Fight 28, Marcéu Pasin enfrentou Marcos Tailandês em peso combinado até 60kg. O duelo colocou dois prospectos frente a frente para se testarem, e quem levou a melhor foi Pasin, atleta da Power Lotus. Ao longo da luta, a diferença de estilos ficou evidente. Enquanto Pasin sempre buscava as quedas para pôr em prática o Jiu-Jitsu, Marcos Tailandês queria desenvolver o seu jogo em pé.

O primeiro assalto acabou sendo o mais equilibrado, mas com leve vantagem para Pasin. Já nos dois rounds seguintes, o que se viu foi uma estratégia bem definida e aplicada por Marcéu, que controlou totalmente o combate e garantiu sua segunda vitória consecutiva no Thunder Fight. Ao final do evento, empolgado com o desempenho, Pasin ainda pediu a chance de disputar o cinturão peso-galo da organização.

Débora Rodrigues aplica nocaute no co-main event

Depois de seis anos sem competir, a gaúcha Débora Rodrigues não sentiu o tempo parado e venceu a carioca Kethelin Thais (Pocahontas) por nocaute técnico ainda no primeiro round, com uma exibição de gala.

Boas lutas marcam Copa Thunder de MMA Amador

Durante o dia inteiro no último domingo, o Thunder Fight realizou a Copa Thunder Fight de MMA Amador 11, que teve início às 10h e terminou no final da tarde, próximo das 17h. O evento, que vem crescendo e dando mais oportunidades e visibilidade para os novos atletas, exibiu mais de 50 lutas, todas transmitidas ao vivo via pay-per-view. A próxima edição do Thunder Fight e da Copa Thunder estão programadas para 8 de agosto.

RESULTADOS COMPLETOS:

MMA Profissional
Marcéu Pasin derrotou Marcos Tailandês por decisão unânime dos jurados
Débora Ferreira derrotou Kethelin Thais por nocaute no 1R
Márcio Santos derrotou Ronaldo Júnior por decisão dividida dos jurados
Diego Galvarro derrotou Willian Fernandes por nocaute no 1R
Wellington Rocha derrotou Guilherme Salgado por nocaute no 1R
Douglas Santos derrotou Yordy Ayala por decisão unânime dos jurados

Kickboxing Profissional
Maikel da Silva derrotou Renzo Martinez por decisão unânime dos jurados
David Flores derrotou Gustavo da Silva por nocaute no 2R

MMA Amador
Flávio Batista derrotou Felipe Gomes por finalização
Jhonatan Williy derrotou Rodrigo Henrique por nocaute
Lucas Mateus derrotou Robert William por decisão dos jurados
Diego Jesus derrotou Vinicius Senger por decisão dos jurados
Maria Navarro derrotou Gisele Corrêa por finalização
Marcos Vinicius derrotou Pedro Montoanelli por nocaute
Bruno Rocha derrotou Joseph yohan por nocaute
Jean Lucas Sevalho derrotou Douglas Silva por decisão
Djulia Ariana derrotou Juliana Mary por decisão dividida dos jurados
Jessyam Lucas derrotou Thiago Canhas por decisão dividida dos jurados
Daniel Oliveira finalizou Wagner Barbosa com um armlock
Samuel Silva finalizou Fernando Alves com um mata-leão
Vinicius Eduardo derrotou Kaue Luiz por decisão unânime dos jurados
Ana Santos derrotou Daiane Santana por decisão unânime dos jurados
Luiz Henrique derrotou Moisés Pereira por decisão unânime dos jurados
Samuel Lina derrotou Juan Pissinati por decisão unânime dos jurados
João Pedro derrotou Mateus Carvalho por nocaute
Guilherme Braz derrotou José Diniz por decisão unânime dos jurados
Francisco Ataliba derrotou João Paulo Silva por decisão unânime dos jurados
Rafael Coyote derrotou Leonardo Ramos por nocaute
Marcelo Medeiros derrotou Isac Wender por nocaute
Romário Barbosa finalizou Mateus Castro com um armlock
Augusto Sérgio finalizou Luiz Henrique com um mata-leão
Caio Pissinati derrotou João Vitor Freitas por decisão unânime dos jurados
Julio César derrotou Kawan Fernandes por decisão unânime dos jurados
Guilherme Cardoso finalizou Matheus Felipe com um mata-leão
Axsel Mello derrotou Jesuel Elias por nocaute
Renan Freitas derrotou Marcio Jesus por decisão unânime dos jurados
Fábio Antônio derrotou Elivelton Barbosa por nocaute
Robson de Sousa derrotou Leonardo Silva por decisão unânime dos jurados
Valdiram Santos derrotou Ricardo Patena por decisão unânime dos jurados
Antônio Marco finalizou Rodrigo Dovigo com um mata leão
Inácio Macedo derrotou Bruno Barbosa por nocaute
Atos Alexandre finalizou Bruno Dias com uma americana
Gustavo Sabino derrotou Denis Cruz por nocaute
Arthur Veloso finalizou Caio de Sousa com um katagatame
Alfredo Miras finalizou Elizeu Barbosa com um triângulo de mão
Evandro Leonardo derrotou Ronaldo Messias por decisão majoritária dos jurados
Pedro Antônio finalizou Lucas Alves Silva com um armlock
João Pedro finalizou Emerson Soares com um armlock
Victor Oliveira derrotou Mateus Henrique por decisão unânime dos jurados
Diego Dutra finalizou Pablo Soares com um mata-leão
Leonardo Pereira derrotou Hector Santiago por decisão unânime dos jurados
Matheus Mizote derrotou Matheus Pinheiro por finalização
Daniel Adriano finalizou Rian Henrique com um mata-leão
Gabriel Silva derrotou Isley Silva por nocaute
Natan Santos derrotou Diogo Estevam por W.O
Rômulo Augusto derrotou Ricardo Boyka por W.O
Felipe Romano derrotou Alessandro Silva por W.O

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

Publicidade