UFC programa disputa de cinturão entre Usman e Durinho para dezembro; Masvidal x Diaz II e Jones x Lesnar na mira

Publicidade

O duelo entre o campeão Kamaru Usman e brasileiro Gilbert Durinho, pelo cinturão meio-médio do Ultimate, ao que tudo indica, já tem uma nova data para acontecer. Na última terça-feira (1), o site TMZ revelou que a disputa de título acontecerá no UFC 256, agendado para o dia 12 de dezembro. O embate, vale ressaltar, estava originalmente marcado para julho, no UFC 251, mas o brasileiro foi forçado a sair do card depois que testou positivo para Covid-19. Em seu lugar, Jorge Masvidal enfrentou Usman com aviso prévio de seis dias, mas acabou perdendo por decisão unânime.

Recuperado, Gilbert Durinho já voltou aos treinos e, além de buscar o título meio-médio, tentará manter o grande momento que vive atualmente dentro do octógono. O faixa-preta de Jiu-Jitsu vem embalado por seis vitórias consecutivas, a última delas em maio, quando superou o ex-campeão Tyron Woodley por unanimidade. Quem também não sabe o que é perder há muito tempo é Kamaru Usman. Vindo de uma impressionante sequência de 12 triunfos no Ultimate, o nigeriano perdeu apenas uma vez em sua carreira no MMA, em 2013, pelo evento CFA, quando fez sua segunda luta como profissional na modalidade.

Revanche entre Masvidal e Diaz em pauta

Uma revanche entre Jorge Masvidal e Nate Diaz estaria sendo organizada pelo Ultimate. Após o site TMZ reportar inicialmente a possibilidade do confronto acontecer, o presidente Dana White, em entrevista à ESPN americana, confirmou os planos de casar a luta, dando a entender que o duelo seria realizado entre dezembro ou janeiro, novamente com o cinturão “BMF” (em inglês, “mais durão de todos”) em disputa.

“Jorge Masvidal quer defender (o cinturão BMF) contra o Nate Diaz. Foram os dois primeiros a lutar por isso (cinturão). Ele (Masvidal) quer colocar esse título em jogo contra o Nate novamente”, disse o mandatário em declaração após o episódio do Contender Series realizado na última terça-feira.

Masvidal e Diaz se enfrentaram pela primeira vez em novembro do ano passado, na luta principal do UFC 244. Na ocasião, Jorge foi superior e derrotou Nate por nocaute técnico no terceiro round, ficando com o título “BMF” em sua posse. Inicialmente, Dana White chegou a afirmar que não colocaria em cinturão em jogo novamente, no entanto, com a revanche sendo negociada, o dirigente, aparentemente, mudou de ideia.

Dana ‘abre portas’ para Jon Jones x Lesnar

Um casamento de luta envolvendo Jon Jones e Brock Lesnar, teoricamente, não é fácil, mas Dana White não se mostrou contrário. Na última segunda-feira (31), foi noticiado que o contrato de Lesnar com a WWE havia chegado ao fim e, por isso, o veterano estaria livre no mercado. Não demorou, então, para que “Bones” mandasse um recado para Brock nas redes sociais, dando a entender que gostaria de enfrentá-lo.

Também em entrevista ao site TMZ, Dana afirmou, na última terça-feira, que se Lesnar estiver “seriamente interessado” em lutar contra Jones, ele tentaria tornar o combate possível. Vale ressaltar que, recentemente, Jon Jones desocupou o cinturão meio-pesado do UFC e deixou clara sua intenção de migrar para a divisão dos pesados. Atualmente com 43 anos, Brock Lesnar não luta MMA desde 2016, quando enfrentou Mark Hunt no UFC 200. Na ocasião, o experiente atleta saiu vencedor por decisão unânime, mas viu o seu triunfo ser revertido para “No Contest” (luta sem resultado) após ser flagrado em um exame antidoping.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img