Wand revela ‘negociação’ e bolsa de US$ 10 milhões para encarar Mike Tyson: ‘Concordei de pronto’

Publicidade

* O mundo das artes marciais se divide agora entre os querem o retorno da lenda Mike Tyson contra Evander Holyfield no Boxe tradicional e os que desejam assistir “Iron Mike” duelando com Wanderlei Silva no Boxe sem luvas. Presidente do Bare Knuckle Fighting Championship, David Feldman revelou que gostaria que o brasileiro fosse o oponente de Tyson na volta do boxeador.

A TATAME, então, entrou em contato com Wanderlei, que aos 43 anos, confirmou a negociação: “Me ofereceram a luta e eu aceitei de pronto”, afirmou o lutador, que tem dez anos a menos que Mike Tyson.

Após uma negativa por parte de Tyson, o presidente do BKFC afirmou ao site MMA Fighting que vai aumentar o valor da proposta para “Iron Mike”. Inicialmente, a oferta de US$ 20 milhões (pouco mais de R$ 100 milhões) foi rejeitada. Já o “Cachorro Louco” revelou que recebeu uma proposta de US$ 10 milhões (cerca de R$ 55 milhões) para o combate, além de uma porcentagem na venda de pay-per-view.

O presidente do BKFC acredita que a missão de convencer Mike Tyson a lutar Boxe sem luvas não será fácil, mas espera que uma oferta maior e projetos de caridade ajudem na negociação. Wanderlei, por sua vez, não luta desde setembro de 2018, quando perdeu para Rampage Jackson no Bellator. O brasileiro tem um currículo expressivo no MMA, com grandes lutas no UFC, mas marcou época mesmo foi no extinto PRIDE.

* Por Yago Rédua

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade