Wrestling ou Jiu-Jitsu? Especialistas respondem e apontam Wrestling como ‘fiel da balança’ no MMA atual; confira

Publicidade

> PROJETO SUA OPINIÃO

* Desde o princípio do UFC, em 1993, existe o debate sobre qual é a arte marcial mais eficiente no Vale-Tudo/MMA: Wrestling ou Jiu-Jitsu? A TATAME lançou esse questionamento nas redes sociais, observando a evolução do esporte 27 anos após o Ultimate surgir para o mundo através da ideia de Rorion Gracie e da lenda Royce Gracie, que encantou os fãs com sua técnica na arte suave para conquistar o torneio contra representantes de outras modalidades.

Os seguidores responderam através de um post no Instagram e a reportagem também procurou especialistas para uma visão mais técnica. Gilliard Parana, líder da PRVT, opinou sobre o tema. Para ele, se for comparar modalidade por modalidade, o Jiu-Jitsu é mais eficiente. No entanto, olhando a globalização atual do MMA, o Wreslting é o “fiel da balança”.

“Hoje o que eu prego aqui na academia é que todo mundo tem que ser bom em tudo, conhecer tudo. Focar bastante na preparação física, mas temos o fiel da balança que é o Wrestling. Se você não tiver Wrestling, não consegue nem fazer o seu Jiu-Jitsu e nem se defender de um cara bom de Jiu-Jitsu para trocar porrada em pé. Hoje, a importância do Wrestling como modalidade para definir o lugar que a luta vai é maior, desde que você conheça a luta em pé e de chão. Só o Wrestling em si não ganha luta, mas ele é o fiel da balança. Na verdade, só Wrestling por Wrestling, aí eu acho o Jiu-Jitsu mais importante, mas se for falar do cenário atual que todos sabem tudo, aí o Wrestling e essencial mais que as outras modalidades”, comentou.

Treinador da Seleção Brasileira de Wrestling, Daniel Pirata destacou a importância do Jiu-Jitsu, mas acredita, assim como Paraná, que o Wrestling é responsável por definir em qual lugar o atleta quer manter a luta.

“O Jiu-Jitsu é importante também. O nome já diz, MMA, que é a mistura de artes marciais. Na minha concepção, o Wrestling é um divisor de águas e define o lugar que você quer lutar. Se você for bom de chão, coloca o cara para baixo e faz o seu Jiu-Jitsu. Já se você for bom de trocação, precisará defender as quedas do adversário. O Wrestling é o fiel da balança, tanto é que uma boa parte dos campeões do UFC atualmente são oriundos do Wrestling”, analisou Pirata, que também é coordenador da Escola de Lutas do José Aldo.

https://www.instagram.com/p/CFN9s3npd-h/

Confira algumas opiniões dos seguidores da TATAME:

“Wrestling! Pois com o mesmo, o lutador de MMA consegue ditar onde a luta será disputada, no chão ou em pé. E, hoje, não temos nenhum campeão de MMA com base no Jiu-Jitsu. Já o número de Wrestlers campeões é enorme: Daniel Cormier, Jon jones, TJ Dillashaw, Henry Cejudo e Khabib Nurmagomedov. Isso é fato, não minha opinião”, @alemaodowrestling2019.

“Atualmente, o Wrestling favorece mais de acordo com a regra. Mas o Jiu-Jitsu aumenta as chances de vitória por finalização”, @ralizardo.

“São artes que se completam no cage. O Wrestling é usado para o clinch e quedas e é mais eficiente. No chão, o Jiu-Jitsu é imbatível. Minha humilde opinião”, @diogo_jj_judo.

*Por Yago Rédua

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade