Após se destacar na última edição do Iron Man CF 21, Eduardo Camelo vai lutar na Rússia: ‘Visibilidade’

O retorno de um dos principais eventos de MMA do Brasil, o Iron Man CF, no último mês de julho, após longa paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus, fez surgir novas oportunidades para muitos lutadores da região norte do Brasil – que já revelou grandes nomes no esporte. Atletas que já estavam na expectativa de iniciar a carreira internacional, como Eduardo Camelo, voltaram a ganhar visibilidade.

Camelo esteve em ação na edição 21 do Iron Man CF, dia 30 de julho, e venceu Henrique Índio. Com a boa performance, o lutador foi convidado para lutar no evento russo EFC 40: “A volta de um evento de grande porte no estado (Pará), bem feito e com a visibilidade do Iron Man, me ajudou de forma incrível. Por isso, somado a performance da minha luta, meu currículo de lutas ficará ainda melhor com essa chance”, disse.

Iron Tomaz, que é o CEO do Iron Man, comemorou o reconhecimento do seu evento como formador e divulgador de talentos da região norte do país. Ao lado da esposa, Lili Iron Pimentel, o dirigente conseguiu realizar a edição 21 em julho, com todo o protocolo de segurança sanitário, e já está planejando o card 22.

Iron Tomaz e a esposa Lili Iron na edição 21 do evento, em julho (Foto reprodução)

“A performance do Eduardo Camelo foi ótima e, além dele, outros atletas que estiveram no evento do último dia 30 também estão na mira dos eventos internacionais. Isso mostra a importância do nosso trabalho para o MMA nacional. O Eduardo (Camelo), depois da luta na Rússia, vai voltar ao Iron Man para defender seu cinturão na edição 22. Já estamos preparando tudo para realizar o evento no mês de outubro”, projetou.

O Iron Man 21 teve apoio do Governo do Pará e foi transmitido para todo país através do aplicativo IMTV.SHOW – que teve até acesso do exterior. No estado do paraense, os fãs puderam acompanhar pela TV Cultura.