Em busca da retomada na divisão dos penas, ex-campeão Max Holloway é favorito para encontro com Calvin Kattar no primeiro UFC de 2021

Publicidade

O primeiro main event do UFC em 2021 será importante para categoria dos penas. O ex-campeão Max Holloway vai encarar Calvin Kattar, que está em ascensão na companhia. Segundo o site Betboo, “Blessed” é visto como favorito para ficar com um triunfo neste sábado (16), na “ilha da luta”, em Abu Dhabi (EAU).

Deixe seus palpites para o UFC Fight Island 7, AQUI

Holloway vem de duas derrotas para o atual campeão da divisão, o australiano Alexander Volkanovski. O momento, então, é de retomada para “Blessed”, que ocupa a primeira posição do ranking dos penas. Quem colocar 10 reais em um triunfo do havaiano, vai receber 16,62 reais, se for confirmado o resultado positivo.

Por outro lado, Kattar venceu quatro dos últimos cinco compromissos e já aparece na porta do Top 5, com a sexta colocação. O americano vai embalado para este duelo e quer, quem sabe, ser o próximo desafiante ao cinturão. Quem colocar os mesmos 10 reais em “The Boston Finisher”, vai receber R$ 23,50, em caso de vitória.

CARD COMPLETO:

UFC Fight Island 7
Ilha da Luta, em Abu Dhabi (EAU)
Sábado, 16 de janeiro de 2021

Card principal (17h, horário de Brasília)
Peso-pena: Max Holloway x Calvin Kattar
Peso-meio-médio: Carlos Condit x Matt Brown
Peso-meio-médio: Santiago Ponzinibbio x Li Jingliang
Peso-médio: Joaquin Buckley x Alessio Di Chirico
Peso-médio: Punahele Soriano x Dusko Todorovic

Card preliminar (14h, horário de Brasília)
Peso-galo: Wu Yanan x Joselyne Edwards
Peso-pesado: Carlos Boi x Justin Tafa
Peso-meio-médio: David Zawada x Ramazan Emeev
Peso-galo: Sarah Moras x Vanessa Melo
Peso-pena: Jacob Kilburn x Austin Lingo

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade