Horlando Monteiro fala sobre ouro duplo no Sul-Americano da IBJJF e destaca confiança para vencer

Publicidade

Por Gabriel Carvalho

Horlando Monteiro foi a grande estrela da edição 2018 do Campeonato Sul-Americano de Jiu-Jitsu da IBJJF, realizado em Barueri (SP), entre os dias 16 e 18 deste mês. Vencedor na divisão dos meio-pesados, o faixa-preta maranhense brilhou também levando o absoluto.

Em entrevista à TATAME logo após a conquista, o atleta da Kimura Nova União e da GD Jiu-Jitsu Arizona falou sobre a importância do ouro duplo e seus planos para o resto do ano.

“Essa competição foi a minha última do ano. Em 2018 eu lutei bastante. Treinei muito, me esforcei muito nos treinos porque queria ganhar os absolutos nos campeonatos, esse era o meu objetivo, e consegui. Agora vou dar uma descansada, fazer um Surfe e depois voltar aos treinos pesados para começar 2019 a todo vapor”, revelou o jovem Horlando Monteiro.

Confira a entrevista na íntegra com o casca-grossa:

– Principais planos para 2019

Eu estou renovando meu visto de atleta, então, meu foco principal é ser campeão dos grandes eventos da IBJJF, que são o Europeu, o Pan, o Mundial e o Brasileiro de Jiu-Jitsu.

– Busca por finalização nas lutas

Eu busco sempre a finalização nas minhas lutas. Eu treino sempre contando os pontos na cabeça quando estou com meus parceiros na Kimura e na GD. Sempre busco finalizar. O mais importante é lutar sem aquela pressão de ganhar. Claro que sempre tem aquela pressão, mas acho que se você focar na sua performance, o resultado vai ser positivo. Então, meu objetivo é fazer luta por luta, focar nas minhas posições fortes para executá-las. Eu confio nas minhas posições fortes, independente de qualquer pessoa que eu lute. Se eu encaixar minha posição forte, sei que consigo finalizar qualquer um, então aposto nisso.

– Final com Hygor no absoluto

O Hygor é um atleta muito duro mesmo. Vi as lutas dele na categoria e no absoluto, ele finaliza muito de pé, vi que ele é bastante guardeiro, muito flexível. Então, a estratégia era ganhar nos pontos, mas ele começou me raspando, chegou junto e eu subi. Então, a estratégia foi impor ritmo de luta, não esperar muito e buscar a luta. Graças a Deus eu consegui ganhar nos pontos, na estratégia, não passei por perrengue ou nenhum perigo.

View this post on Instagram

Realizado no último final de semana, em São Paulo, o Sul-Americano de Jiu-Jitsu coroou no último domingo os campeões na faixa-preta. Veja os campeões no masculino: Peso-galo: Aniel Bonifácio (Qatar BJJ) Peso-pena: Murilo Guimarães (Alliance) Peso-pluma: Rodney Barbosa (Qatar BJJ) Peso-leve: Alexandre Molinaro (Carlson Gracie Jiu Jitsu) Peso-médio: Alexandre Joaquim de Jesus (Calasans BJJ) Peso-meio-pesado: Horlando Monteiro (GD Jiu-Jitsu Association) Peso-pesado: Hygor Brito da Silva (Cicero Costha) Peso super-pesado: Hugo Leonardo Ferreira (ZR Team) Peso-pesadíssimo: Antônio de Pádua Assef (GF Team) Absoluto: Horlando Monteiro (? @camilanobreproducoes/@focadosnotatame) .⠀⠀⠀ ? www.tatame.com.br⠀⠀⠀ .⠀⠀⠀ #jiujitsu #bjj #brazilianjiujitsu #oss #tatame #artesuave #blackbelt #luta #fight #fighter #fighting #jiujitsulife #jiujitsuparatodos #bjjlife #bjj4life #bjjgirls #jiujitsugirls #mulheresnotatame #nogi #brownbelt #bluebelt #purplebelt #jiujitsuforlife #submission #sulamericano #ibjjf #cbjj

A post shared by Revista TATAME (@tatameoficial) on

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img