BJ Penn deixa futuro em aberto e analisa finalização sofrida no UFC 232 para Hall

Publicidade

Hall da Fama do UFC, BJ Penn entrou em ação no UFC 232, no último dia 29, e foi finalizado por Ryan Hall. O ex-campeão chegou a marca de seis derrotas seguidas e não sabe o que vencer desde 2010. Dana White, presidente do Ultimate, pediu para que o havaiano se apontasse. No entanto, o lutador ainda não definiu o seu futuro.

“Acabei de voltar para o Havaí. Vou deixar meu tornozelo curar e depois vou avaliar o que vem a seguir na minha vida”, disse o ex-campeão ao próprio site, BJPenn.com, e ainda aproveitou para elogiar a incrível finalização – chave de calcanhar – sofrida para Hall.

“Fiquei impressionado com a profundidade com que Ryan conseguiu afundar na perna logo depois da cambalhota. O timing foi perfeito. Tentei correr e puxar a minha perna para fora, mas eu não ia a lugar nenhum, pois meu joelho ainda estava preso dentro de seus quadris. Então, tentei defender meu joelho e o levantei. No momento em que olhei para trás, ele já tinha mudado para o gancho do calcanhar e meu tornozelo apenas estalou”, destacou.

Sobre o camp para o UFC 232 realizado integralmente na Nova União, no Rio de Janeiro, com Dedé Pederneiras e Leo Santos, BJ agradeceu: “Me senti como se tivesse um dos maiores camp de treinamento da minha vida para esta luta. Treinar no Brasil, na Nova União, não foi nada menos que incrível. Não posso deixar de agradecer ao Leo Santos e ao técnico André Pederneiras por seus esforços. Nós tínhamos praticado tudo, inclusive chave de tornozelo, e me senti ótimo. Não deu certo desta vez”, finalizou.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade