Destaque nos eventos da CBJJD 2021, conheça o trabalho realizado pela Seleção do Mato Grosso do Sul

Publicidade

Presente nos principais eventos da Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Desportivo (CBJJD), a Seleção do Mato Grosso do Sul vem desempenhando grandes resultados em âmbito nacional, com destaques individuais e coletivos. Esse trabalho, capitaneado pelo presidente da FSMJJ, Fábio Rocha, começou em 2013 e foi sendo desenvolvido aos poucos, com o objetivo de unir os principais times do estado pantaneiro para criar uma força nos melhores eventos nacionais.

Fábio contou que o resultado positivo apareceu já na primeira experiência interestadual: “Em 2014, fizemos nossa primeira viagem ao Rio de Janeiro com o nome de Seleção FJJD-MS para o Campeonato Brasileiro da CBJJD, com uma pequena delegação de dez atletas e conseguimos oito medalhas, sendo três ouros, três pratas e dois bronzes”, disse o dirigente, que em seguida destacou outro ponto chave dessa história, que foi a unificação das federações do estado:

“No ano de 2017, quando fizemos a unificação das duas federações mais atuantes do estado (FJJD-MS e FSMJJ), levamos uma delegação de 37 atletas através do ranking e alcançamos a quarta colocação em um evento da CBJJD, algo inédito até então. Em agosto de 2021, obtivemos a terceira colocação no Nacional de Equipes da CBJJD, com 11 equipes”, apontou Fábio.

Em 2021, como o próprio Fábio destacou, a Seleção do Mato Grosso do Sul teve bons resultados na CBJJD, seja no Nacional de Equipes ou no Brasileiro de Master – quando foi a vice-campeã geral no quadro de equipes. O presidente citou o trabalho com o apoio do governo para fazer a logística da delegação e projetou a local temporada de 2022 forte e com novidades.

“Os atletas se classificaram através de uma seletiva no GP MS e levamos os 38 melhores para a disputa no Rio de Janeiro. O Governo do Estado é um grande parceiro do esporte e patrocinou o ônibus através da Fundesporte. Já as inscrições foram pagas pela FSMJJ e, com 38 atletas, conseguimos 46 medalhas. Em 2022, o circuito MS vem com força total, além das dez etapas, teremos uma novidade, o Circuito Grappling com lutas sem quimono de vários estilos”, concluiu.

Vice-presidente da CBJJD, Rogério Gavazza enalteceu o trabalho realizado pela FSMJJ: “Enaltecemos o trabalho do presidente Fábio Rocha através da federação. Estamos avançando nosso trabalho em outros estados e sempre usamos como exemplo a Federação do Mato Grosso do Sul, que realmente entendeu a proposta da CBJJD, de se organizar e formar suas delegações. A FSMJJ está de parabéns por fazer valer o Jiu-Jitsu desportivo”, apontou o dirigente.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade
Publicidadespot_img