Ex-lutador e comentarista do UFC é demitido após desentendimento com funcionária e diz: ‘Adoraria respostas, mas não consigo nenhuma’

Publicidade

Conhecido pelo seu lado polêmico e temperamento “explosivo” nos tempos de lutador, Dan Hardy, que vinha atuando como comentarista em transmissões do UFC, se envolveu em mais uma confusão, esta com grande repercussão para o inglês. De acordo com informações iniciais do site “The Wrestling Observer”, Hardy foi demitido pelo Ultimate após, supostamente, ter discutido com uma funcionária durante a última passagem do UFC pela “ilha da luta”, em Abu Dhabi. Além disso, o ex-lutador também perdeu seu emprego na “BT Sport”.

A repercussão da notícia no fim de semana levou “The Outlaw” a se pronunciar em sua conta oficial no Twitter. Atualmente com 38 anos, o inglês confirmou que está fora do UFC, mas negou que o fato da funcionária com quem discutiu ser uma mulher esteja relacionado à sua demissão. Além disso, o veterano aproveitou para agradecer o apoio dos fãs que vêm acompanhando o seu trabalho ao longo dos anos.

“Manchete enganosa. Também não é inteiramente exata. Eu não estou mais trabalhando diretamente com o UFC. A parte da ‘funcionária mulher’ é irrelevante. Foi um desentendimento sobre uma oportunidade perdida, ou recusada, e eu adoraria algumas respostas, mas não estou conseguindo nenhuma. Obrigado pelas palavras gentis e pelo apoio (aos fãs). Eu estou bem e não vou a lugar algum. Eu ainda vou analisar lutas no meu canal (no YouTube) e em outros lugares. Estou aqui a serviço do MMA e algumas vezes isso te coloca no outro lado da linha. Não tenho problemas com isso”, disse Dan Hardy, em resposta a uma publicação.

Vale ressaltar que Hardy não atuou como comentarista nas últimas edições do UFC, mas, curiosamente, o inglês possuía um contrato como lutador com a organização, mesmo aposentado do MMA. No ano passado, o veterano também discutiu com Herb Dean, alegando que o árbitro demorou a interromper a luta entre Francisco Massaranduba e Jai Herbert, que terminou com vitória do brasileiro por nocaute técnico.

Em meio a mais uma polêmica, Hardy analisa uma possível volta ao MMA. Com um cartel profissional de 25 vitórias e dez derrotas, o inglês, que chegou a ficar no UFC por mais de quatro anos, fez sua última luta em setembro de 2012, quando derrotou Amir Sadollah na decisão unânime dos jurados. Ao longo de sua trajetória no esporte, o atleta enfrentou nomes como Anthony Johnson, Carlos Condit, Georges St-Pierre, entre outros.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade