Mahamed Aly e Manuel Ribamar levam US$ 20 mil com título do World Series of Grappling 2; veja como foi

Publicidade

No último domingo (7), na Califórnia, Estados Unidos, aconteceu a segunda edição da World Series of Grappling. O evento, que reuniu feras do Jiu-Jitsu e de outras modalidades, teve como principais destaques os campeões Mahamed Aly e Manuel Ribamar, que faturaram, cada um, US$ 20 mil. Eles levaram o absoluto nas faixas-marrom e preta, que eram juntas e divididas em duas categorias de peso: até e acima de 180 libras (81,6kg).

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

?? Is always challenging to fight Keenan… Different game, different body type… different attributes… it was a close match… In Kasaquistan, few months ago, I thought I won and lost. Yesterday I thought I lost and won. That’s crazy. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ?? É sempre muito difícil lutar com o Keenan… jogo diferente, corpo diferente… atributos diferentes… À luta foi dura. No ACB, alguns meses atrás, eu tinha certeza que tinha ganhado(ainda tenho) e perdi. Aqui eu achava que tinha perdido e ganhei… q doideira.. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀#kicliminha #bjj4life #bjj #Repost @flograppling with @get_repost ・・・ Mahamed Aly advances to the final over Keenan!

Uma publicação compartilhada por Mahamed Aly (@alybjj) em

Na categoria dos pesados, Aly teve três batalhas complicadas até faturar o desejado prêmio em dinheiro. Na primeira fase, derrotou Max Gimenis e, em seguida, superou o duro Keenan Cornelius. Na decisão Aly venceu Gustavo Braguinha, da Atos Jiu-Jitsu.

Já Ribamar teve um caminho mais longo e não menos complicado até o título. O casca-grossa de 24 anos derrotou Jaime Canuto, Leo Lara, Sergio Rios, Gabriel Arges e Victor Silvério para garantir a medalha dourada, além do cobiçado prêmio de US$ 20 mil.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Oi Galera Primeiramente quero Dizer uma Passagem bíblica que diz ; Tudo Posso naquele que me Fortalece , e só ele é digno de toda honra e toda glória , gente muito obrigado a todos que me enviaram energia positiva estou muito feliz e agradecido .. campeão do @worldseriesofgrappling foram muitas guerras com muitos atletas de alto nível , agradeço pela vida dos meus amigos @diegopatojj @sayuritoledo_ @rossi_bros que foram essenciais no meu corner e Minha Esposa @nathibjj que não me abandonou esteve comido a cada segundo , quero agradecer meus Professores @mestrepina @leandrolojj @rpbjj @unityjiujitsu @nsbrotherhood aprendi muito com vocês e ainda aprendo principalmente com meu mestre @rpbjj em seguida quero deixar um Big thanks to my Sponsors and Supporters @habroksports @originlabsusa @choke_republic @leao_optics my health coach @nathaliachantrecoach my mental coach @rodrigopedrosacoach shout out for nick @bjj_tees #semiopticsmanagement @tim_cab my Homie thank you all family .. @nsbrotherhood @rpbjj @rpbjjpoltranco all my #rpbjjfamily : god is good and I am so blessed to have all of you guys in my life . #fightinghard #passionthatburns And my personal trainer @thatboyray47

Uma publicação compartilhada por Manuel Ribamar (@ribabjj) em

Além das emoções nas faixas-marrom e preta, nas faixas-azul e roxa acima de 180 libras, o título ficou com Pedro Henrique, da Gordo Jiu-Jitsu, que venceu Wallace Costa, da GFTeam. Já na divisão abaixo de 180 libras, o ouro foi para Jansen Gomes, da Checkmat, que bateu Andy Murasaki, da Atos Jiu-Jitsu. Cada campeão levou US$ 5 mil para casa.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade