Próximo de aposentadoria, Thales cita evolução no MMA e mira Jiu-Jitsu; veja

Publicidade

Por Yago Rédua

Ex-desafiante ao cinturão dos médios do UFC, o brasileiro Thales Leites fará sua luta de despedida do MMA no próximo dia 22 de setembro, quando enfrenta o cubano Hector Lombard no UFC Fight Night 137, que acontecerá no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo.

Em media day realizado com jornalistas no Rio de Janeiro na última terça-feira (28), Thales falou sobre os motivos de ter aceitado o duelo contra o também veterano Lombard, que vem de cinco derrotas consecutivas no octógono.

“Aceitei porque ele é um cara duro. É uma luta como qualquer outra, ele tem dois braços e duas pernas. Independentemente dele vir com um cartel negativo, tenho certeza que todos sabem que ele é um cara duríssimo. Inclusive, chegou no UFC cotado para ser o campeão. Acontecimentos impediram isso, mas ele não deixa de ser um oponente duro pra qualquer adversário”, analisou o faixa-preta de Jiu-Jitsu.

Depois de 15 anos de carreira no MMA, Leites se aposentará do esporte. O retrospecto recente do brasileiro é de cinco derrotas nas últimas sete lutas, e ele explicou as razões que o levaram a pendurar as luvas.

“Já venho pensando nisso há um tempo e acho que foi o momento mais pertinente, porque vou fazer 37 anos e já tenho 37 lutas. Eu sou e não sou velho para o esporte, porque a partir dos 35, muitos atletas começam a pensar na aposentadoria, até por conta do desgaste que é ser um atleta de MMA, e não só no treinamento, como na luta, perda de peso e tudo isso. Mas eu já vinha planejando isso há um tempo, e não pretendia estender a minha carreira. Acho esse um momento pertinente”, afirmou.

Confira outros trechos da entrevista com Thales Leites:

– Dificuldade dos atletas em aposentar

Cada um tem que saber lidar com isso, colocar a cabeça no lugar e se entender. É difícil você viver como atleta, se cobrando, tendo aquelas metas. Para alguns, é mais fácil e para outros, é mais difícil, mas cada um é cada um, vão ver o momento e a situação que estão vivendo. Tem que ser uma conversa pessoal entre você mesmo para aceitar isso numa boa, ter outros planos e continuar a jornada.

– Vida pós-aposentadoria

Ainda não sei exatamente o que vou fazer. A princípio, vou me dedicar mais à minha academia, minha equipe, cuidar mais dos meus alunos e da minha saúde.

– Possibilidade de competir no Jiu-Jitsu

Com certeza. Vão me ver lutando, sim. É a minha paixão e uma coisa que quero muito fazer; continuar lutando Jiu-Jitsu e por bastante tempo.

– Evolução do MMA e possíveis mudanças

Desde que comecei, em 2003, mudou muito. Antes muitos faziam crosstraining, hoje nenhum vem como unidimensional. Então melhorou muito, profissionalizou demais, as regras vieram para mudar para melhor. Criou-se um nível no MMA como esporte que é respeitado mundialmente, é visto como esporte. São duas pessoas que estão ali, por mais que tenha o trash talking, existe um respeito mútuo entre os atletas e as equipes. O que poderia melhorar? Acho que já vem melhorando o fato dos atletas saberem treinar de uma forma melhor, evitando impacto constante. Na outra geração, a galera quase não usava caneleira ou capacete, e hoje é comum. Você se proteger e proteger o seu sparring, porque você vai precisar dele. O que eu tenho como opinião é a questão da perda peso, poderia continuar sendo um dia antes como já é, por causa do show da pesagem, mas poderiam colocar um limite de peso pra justamente forçar os atletas a lutarem na categoria de cima, para evitar perda de peso brusca, que é uma situação ruim para o atleta, é indiscutível dizer que não. Mas se puder melhorar, buscando uma melhor vida saudável pro atleta, seria bom.

CARD PROVISÓRIO:

UFC Fight Night 137
Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo (SP)
Sábado, 22 de setembro de 2018

Jimi Manuwa x Thiago Marreta
Rogério Minotouro x Sam Alvey
Charles do Bronx x Christos Giagos
Alex Cowboy x Carlo Pedersoli
Renan Barão x Andre Ewell
Serginho Moraes x Ben Saunders
Luis Henrique KLB x Ryan Spann
Lívia Renata Souza x Alex Chambers
Elizeu Capoeira x Belal Muhammad
Francisco Massaranduba x Evan Dunham
Thales Leites x Hector Lombard

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade