Dillashaw sobre luta com Cejudo: ‘Estão me pagando para matar o peso-mosca’

Publicidade

Atual campeão dos galos do UFC, TJ Dillashaw tem um importante desafio no dia 26 de janeiro. O americano fará uma superluta contra o dono do cinturão dos moscas Henry Cejudo, no UFC 233, e tem a chance de se juntar ao seleto grupo dos lutadores campeões em duas divisões de peso diferentes – de forma simultânea – na história do Ultimate.

Em entrevista ao programa “Ariel Helwani’s MMA Show”, TJ Dillashaw comentou sobre o fechamento da divisão dos moscas, programado para 2019, e que sua possível conquista no dia 26 de janeiro seria uma “pá de cal” para encerrar a categoria de forma definitiva.

“O UFC quer se livrar da divisão, então me contrataram para fechar e pegar mais um cinturão no processo. É uma situação onde tenho pouco a perder. Eles estão me pagando um caminhão de dinheiro para baixar de categoria, matar o peso-mosca e pegar um novo cinturão. Então, é a hora do jogo”, disse o americano, campeão dos galos desde 2017.

TJ Dillashaw tem um cartel de 16 vitórias e três derrotas no MMA profissional. Em sua luta mais recente no Ultimate, enfrentou o ex-campeão Cody Garbrandt em uma revanche conseguiu um nocaute no primeiro round, concluindo a manutenção do cinturão dos galos.

Publicidade

Notícias relacionadas

1 COMENTÁRIO

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade