Especialista em marketing digital, Bruno Moraes dá dicas para lutadores brasileiros movimentarem suas redes sociais

Publicidade

É fato: lutadores populares nas redes sociais pulam etapas até chegar aos grandes contratos, seja de eventos, grandes lutas ou patrocinadores. Apesar de todo mundo saber disso, não são todos que conseguem dominar estas importantes ferramentas do mundo moderno.

Especialista em marketing digital, Bruno Moraes deu algumas dicas para ajudar os lutadores que ainda não sabem o que fazer para movimentar seus canais com o público. Duas coisas são de extrema importância: conteúdo e interação.

“Primeiro de tudo, é necessário entender o público com quem você se comunica. Ao criarem conteúdos em inglês, os atletas de fora conseguem manter conexão nível mundial, o que também ajuda a justificar os altos números de seguidores e engajamento, por isso é importante que os brasileiros também façam publicações tanto em potuguês quanto em inglês”, atenta o influenciador.

Outra dica bastante importante apontada por Bruno Moraes é a criação de conteúdos diários com assuntos de interesse do fã, imagens, vídeos e informações de bastidores que só o atleta ou o treinador podem ter. Ou seja, fazer o público se sentir parte da rotina de preparação para uma luta e também da celebração de uma vitória.

“É preciso entender que as informações que soam comuns para eles, podem chocar, aguçar a curiosidade de quem está do outro lado da tela. É, sim, difícil manter uma rotina de treinos e postagens constantes e bem trabalhadas. No caso de atletas, o ideal é que eles tenham alguém cuidando de suas redes sociais. Uma pessoa que os acompanhe e possa pensar junto nos conteúdos, captar imagens etc.”, sugere o especialista.

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade