Ronaldo Junior, Isaac Doederlein, Nina Moura e Helton José são destaques do Mundial 2019 da SJJIF; veja os resultados

Publicidade

Em busca do Jiu-Jitsu olímpico, a SJJIF (Sports Jiu-Jitsu International Federation) realizou mais uma edição do seu Campeonato Mundial. O evento em Long Beach, na Califórnia (EUA), aconteceu de sexta-feira (8) até o último domingo (10), com disputas em todas as faixas, com e sem quimono, e distribuiu quase R$ 300 mil em prêmios.

Uma das novidades para este ano foi a divisão do absoluto em peso leve e pesado, o que vinha sendo uma reivindicação dos lutadores há algum tempo. No masculino adulto faixa-preta com quimono, Isaac Doederlein levou o título na disputa mais leve ao superar Pablo Mantovani na final. O norte-americano também fechou decisão peso-pena com Kennedy Maciel, seu parceiro de treino. No absoluto dos pesados, por sua vez, o primeiro lugar foi para Ronaldo Junior, que bateu o experiente Otávio Sousa. O faixa-preta da Atos Jiu-Jitsu ainda garantiu a prata nos meio-pesados após perder para Gabriel Almeida. Já nas disputas entre as mulheres, Nina Moura e Kendall Reusing ficaram com o ouro duplo.

Campeões na faixa-preta com o quimono

Nas divisões masculinas, outros atletas se destacaram. No peso galo, o japonês Masayuki Yoshioka foi o grande campeão ao derrotar o mexicano Florentino Morales na decisão. Já no super-pena, João Figueiredo bateu o norte-americano Arun Sharma para ficar com o título e o prêmio em dinheiro.

No peso leve, Lucas Valente impôs o seu jogo e derrotou João Mendes, enquanto nos médios o casca-grossa Otávio Sousa levou a melhor sobre Tom Gallicchio. Na divisão dos pesados, Vinícius Reis ficou com o título após fazer a final com Moisés Cavalcante, seu companheiro na Guigo JJ. Nos super-pesados, Rafael de Lima ganhou a disputa do ouro contra Arnaldo Maidana. Juber Andino foi o campeão dos pesadíssimos.

Nas disputas femininas no adulto faixa-preta, apenas a categoria dos pesados teve um confronto. Kendall Resing bateu Talita Treta e ficou com a medalha dourada. Nas demais categorias, não tiveram combates.

Confira todos os campeões do Mundial da SJJIF 2019, aqui


Emoções nas disputas sem o quimono

Assim como no torneio com quimono, nas disputas sem pano o absoluto também foi dividido. No leve, Pablo Mantovani conquistou o desejado ouro duplo. Na divisão, a vitória foi sobre Corey Brown, enquanto no peso aberto a vítima foi Cole Franson. Já Hélton Junior faturou o absoluto dos pesados sobre Julian Vanderlinden. No entanto, na final do super-pesado, o brasileiro acabou amargando o vice para Julian.

No peso pena, Cobrinha Jr – filho da lenda Rubens Charles Cobrinha – voltou a brilhar e ficou com o título após derrotar Geoffrey Villarreal na decisão. Fechando o fim de semana em alto nível, Otávio Sousa bateu Edmund Kim e faturou a dobradinha no Mundial – com e sem quimono – na divisão dos médios.

 

Ver essa foto no Instagram

 

– Campeão World NO-GI SJJIF ??? – Peso & absoluto leve . @sjjif . . “As coisas mudam para melhor quando assumimos a responsabilidade por nossos próprios pensamentos, decisões e ações”. . . ? | @sinistrophotofilm . Obrigado ao carinho e suporte de todos que estão diariamente comigo , não me imagino sem vocês @jehhmantovani e @mantovani25 . Professores , amigos , e a todos os meus patrocinadores. . . @hyperfly @galvaobjj @angelicagalvao @gutocamposjj @vitalproteins @cleanhugsfrance @thetaptape . @lincolnnuness . . #atosjj #guethojj #stayfly #hyperfly #iamhyperfly #ycth #thetaptape #stayvital #brazilianjiujitsu #bjj #jiujitsu4life #bjjlifestyle #jiujitsujorney #artesuave #everydayporrada #motivation #blackbelt #bjjblackbelt #bjjnogi #bjjmotivation #bjjdrills #bjjeveryday #bjjforlife #bjjfightersboys

Uma publicação compartilhada por Pablo Mantovani (@pablomantovanibjj) em


Nos meio-pesados, Carlos Souza se sagrou campeão com vitória sobre César Herrera. Outro que fez dobradinha Gi & No-Gi foi Gabriel Almeida. O lutador da Checkmat, na segunda conquista, bateu Rafael de Lima no peso pesado. Destaques nas disputas com pano, Kendall Reusing e Nina Moura voltaram a se enfrentar no absoluto. Como não tiveram adversárias na categoria, cada uma já havia garantido mais um título. Na decisão do peso aberto, a norte-americana superou a brasileira e conquistou novo ouro duplo.

Mundial de Jiu-Jitsu e também da inclusão

Assim como em edições anteriores, o Mundial da SJJIF contou também com o Parajiu-Jitsu, com atletas que possuem algum tipo de deficiência, o Special Jiu-Jitsu, para competidores que tenham alguma deficiência mental, e o Deaf, exclusivo para deficientes auditivos, dando um show de inclusão em todas as áreas.

RESULTADOS COMPLETOS:

Faixa-preta / Adulto / Masculino / Gi

Peso-galo: Masayuki Yoshioka
Peso-super-pena: João Figueredo
Peso-pena: Kennedy Maciel
Peso-leve: Lucas Valente
Peso-médio: Otávio Sousa
Peso-meio-pesado: Gabriel Almeida
Peso-pesado: Vinicius Reis
Peso-super-pesado: Rafael de Lima
Pesadíssimo: Juber Andino
Absoluto leve: Isaac Doederlein
Absoluto pesado: Ronaldo Júnior

Faixa-preta / Adulto / Feminino / Gi

Peso-super-pena: Thalía Munoz
Peso-pena: Nathalie Ribeiro
Peso-leve: Nívia Moura
Peso-médio: Andressa Cintra
Peso-pesado: Kendall Reusing
Absoluto leve: Nívia Moura
Absoluto pesado: Kendall Reusing

Faixa-preta / Adulto / Masculino / No-Gi

Peso-galo: André Pontes
Peso-super-pena: Ari Tavira
Peso-pena: Kennedy Maciel
Peso-leve: Pablo Mantovani
Peso-médio: Otávio Sousa
Peso-meio-pesado: Carlos Souza
Peso-pesado: Gabriel Almeida
Peso-super-pesado: Julian Vanderlinden
Pesadíssimo: Juber Andino
Absoluto leve: Pablo Mantovani
Absoluto pesado: Helton Júnior

Faixa-preta / Adulto / Feminino / Gi

Peso-médio: Nívia Moura
Peso-pesado: Kendall Reusing
Absoluto: Kendall Reusing

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade