Coluna da Arte Suave: guarda aberta x guarda fechada? Veja o artigo e opine sobre sua preferência

Publicidade

* Recentemente, numa luta muito disputada, alguns pediam para um lutador que lutasse de guarda aberta. Lutar de guarda aberta ou guarda fechada, existe uma melhor que a outra? Eu não vejo uma melhor do que a outra. Eu entendo que cada lutador encontra o seu caminho, que não existe uma guarda melhor que a outra. Existem lutadores que se adaptam melhor a uma guarda do que na outra, e ainda temos a meia guarda.

Mas essa questão de lutar de guarda aberta ou de guarda fechada creio ser uma característica pessoal de cada lutador. Não concordo quando escuto comentários que criticam lutadores que gostam de colocar o oponente de guarda fechada e a partir dessa posição fazer sua luta. Para mim, o ideal é fazer o Jiu- Jitsu que vai buscar a finalização, que busca o tempo todo submeter o seu oponente.

A guarda aberta é muito boa, possibilita muitas posições sem dúvida, mas se o lutador gosta de colocar seu oponente na guarda fechada e a partir dela começar sua rotina para a finalização, qual o problema? Não vejo nenhum problema ou demérito. Creio que no Jiu-Jitsu não existe só um caminho. Existe o seu caminho, aquele que o lutador decide ser sua melhor estratégia.

O Jiu-Jitsu é tão vasto, que permite que você faça e construa o seu caminho, a sua rotina para ser um bom lutador, competidor ou não. Porque um lutador não pode se sentir bem em lutar na guarda fechada e até mesmo ser criticado por isso? Já ouvi alguns comentários sobre esse assunto e resolvi escrever.

Realmente não vejo assim. Conheço muitos lutadores que têm uma rotina agressiva buscando a finalização, partindo e mantendo a guarda fechada. Quem gosta de estudar posições no Jiu-Jitsu, pode ver muitas finalizações e raspagens a partir da guarda fechada, até porque cada lutador tem seu perfil e suas características pessoais.

Ter a sua guarda fechada como sua zona de segurança para iniciar ataques pode ser uma boa estratégia. Muitos lutadores, por sua vez, lutam muito bem na guarda aberta. E creio que essas diferenças de guarda podem tornar uma luta na academia ou no campeonato mais interessante ainda.

Como professor, respeito a decisão do aluno em investir em sua preferência pela guarda aberta ou fechada, como também respeitar o aluno que é passador, que não gosta de fazer guarda, porque gosta é de passar. Guarda fechada pode ser tão eficiente e agressiva como a guarda aberta. Creio que o mais importante é ter um Jiu-Jitsu que busque a finalização, não importa que tipo de guarda que faça. Um Jiu-Jitsu que vá buscar a vitória.

Para mais informações, veja www.instagram.com/luizdiasbjj/ ou entre em contato pelo e-mail [email protected]. Também conheça o www.geracaoartesuave.com.br/.

* Por Luiz Dias

Publicidade

Notícias relacionadas

DEIXAR UMA RESPOSTA

Por favor, poste seu comentário
Por favor, escreva seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade